-->

Operação Acúleos: Nota de esclarecimento da Assembleia Legislativa

11 Setembro 2020

notaaleac

Nota de Esclarecimento da Assembleia Legislativa do Estado do Acre

Com o objetivo de repor a verdade

acerca das publicações equivocadas sobre a operação da Polícia Federal denominada Operação Acúleo, executada na manhã desta sexta-feira (11) nas cidades de Rio Branco e Cruzeiro do Sul, cumprindo mandado de busca e apreensão expedido pela desembargadora Federal Maria do Carmo Cardoso, no prédio da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), esclarecemos que:

a) A investigação apura irregularidades em contratações feitas pela Prefeitura de Cruzeiro do Sul, com quem o presidente da Aleac, Nicolau Júnior, jamais manteve qualquer atividade empresarial, contratação ou negócios que justifiquem tal medida.

b) A porta do gabinete do presidente Nicolau Júnior na Aleac em nenhum momento precisou ser arrombada, pois os policiais federais foram prontamente atendidos pela Polícia Legislativa, que abriu o referido gabinete.

c) Os valores encontrados na residência do parlamentar possuem comprovadamente fonte lícita, oriunda de suas atividades como empresário e produtor rural, legalmente e devidamente registrado.

d) Não existe nenhum mandado de prisão contra o presidente da Aleac, Nicolau Júnior, que durante todo o momento contribuiu para que os policiais realizassem seus trabalhos, assegurando o acesso dos agentes para que a elucidação dos atos seja feita e todo mal entendido desfeito.

e) Erroneamente citaram o secretário executivo da Aleac, Cleilson Taumaturgo como alvo de operação policial. O mesmo não está sendo investigado por absolutamente nada.

f) Não houve nenhuma busca no gabinete do secretário Luiz Gonzaga. Portanto, a porta não foi arrombada e se os agentes quisessem ter acesso a qualquer sala da Aleac, a Polícia Legislativa prontamente contribuiria.

g) O presidente da Aleac, Nicolau Júnior, assim, como os demais envolvidos na operação da Polícia Federal, não foram proibidos de conversar com a imprensa, sendo orientados a não conversarem entre si.

Sendo reiterados os verdadeiros fatos sobre a ação da Polícia Federal, e, elucidando a verdade sobre todas as fake news divulgadas acerca do caso, a Assembleia Legislativa do Estado do Acre ressalta que apoia toda e qualquer ação que busque o esclarecimento dos fatos, se colocando à disposição para o que for necessário.

Edson Marangoni – assessor de comunicação da Aleac


Acúleos: ferrão, espinho, aguilhão

Curtir isso:

CurtirCarregando...
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree