-->

Prédio abandonado da Justiça é investigado ao se tornar abrigo para usuários de droga no AC

06 Mai 2019

Prédio fica em uma esquina da Travessa Thaumaturgo de Azevedo e Rua Marechal Deodoro, em Rio Branco. Prédio onde funcionava o antigo Centro Médico do Tribunal de Justiça
do Acre (TJ-AC) está abandonado no Centro da Cidade Alcinete Gadelha/G1 O Ministério Público do Acre instaurou um procedimento preparatório para investigar um prédio abandonado da Justiça acreana, que fica bem no Centro de Rio Branco. O imóvel, que fica em uma esquina da Travessa Thaumaturgo de Azevedo e Rua Marechal Deodoro, teria se transformado em abrigo para usuários de drogas e moradores de rua, segundo a denúncia. No processo, o MP-AC destaca que o prédio está abandonado, coberto por lixo e entulhos. A ação é da 1ª Promotoria de Justiça Especializada de Habitação e Urbanismo e Defesa do Patrimônio Histórico e Cultura. Interior do prédio está totalmente deteriorado Alcinete Gadelha/G1 A promotoria enviou uma cópia da portaria ao Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC) solicitando informações sobre o dono atual do imóvel e também apresentação de possíveis soluções que podem ser tomadas para resolver o problema. O TJ-AC disse que o prédio ainda pertence ao Judiciário e foi desativado no ano passado, na antiga gestão. No local funcionava o centro médico, que foi transferido para a sede administrativa do TJ. “A administração já foi comunicada do procedimento por parte do MP e está tomando as providências necessárias”, informou o Judiciário. O MP-AC estabeleceu um prazo de dez dias para que o TJ-AC responda as questões e soluções para o caso. O Colégio de Procuradores de Justiça vai acompanhar o caso durante o prazo inicial de 90 dias. Ainda na decisão, o MP-AC ressalta que é dever do proprietário do imóvel manter o local limpo, fazendo a roçagem e capina para evitar assim a presença de animais e evitar a proliferação de doenças. Condições do antigo prédio do Centro Médico do TJ-AC é motivo de investigação pelo MP-AC Alcinete Gadelha/G1
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree