-->

Prefeita de Tarauacá é condenada a pagar mais de R$ 4 milhões após condenação do TCE

07 Mai 2019

Prefeita tem prazo de trinta dias para fazer devolução, mas ainda pode recorrer da decisão. Marilete Vitorino, prefeita de Tarauacá, é a primeira mulher a presidir a Amac Reprodução/Rede
Amazônica Acre Após condenação no Tribunal de Contas do Estado (TCE), a prefeita de Tarauacá, no interior do Acre, Marilete Vitorino, deve devolver aos cofres públicos do município mais de R$ 4,4 milhões. O G1 tentou contato com a prefeita por diversas vezes, mas não obteve retorno até esta publicação. A condenação é referente ao período entre 25 de março a 31 de dezembro de 2011 quando Marilete esteve à frente da prefeitura. De acordo com a publicação do TCE, a prefeita tem 30 dias para fazer a devolução ao tesouro municipal. O valor que ainda deve ter juros de 10% corresponde ao montante não comprovado do saldo Financeiro transferido para o exercício seguinte. A prefeita ainda deve realizar o pagamento de multas por infrações de trânsito e atraso no recolhimento de impostos, contribuições sociais e envio de obrigações acessórias de mais de R$ 21.6 mil e à concessão de diárias sem a comprovação do deslocamento e da finalidade pública superior a R$ 8.5 mil. Além da atual prefeita também foi condenado o ex-prefeito Erisvando Torquato do Nascimento a devolver mais de R$ 265 mil, referente ao pagamento de multas por infrações de trânsito e atrasos no recolhimento de impostos, contribuições sociais e no envio de obrigações acessórias. Os dois ainda podem recorrer da decisão
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree