Imprimir esta página
-->

Homem é condenado a mais de 20 anos por matar colono a pauladas no interior do Acre

15 Mai 2019

Júri ocorreu nesta terça-feira (14), em Epitaciolândia. Manoel de Figueiredo, de 50 anos, foi achado morto em novembro de 2017. Cristiano Souza da Silva, de 24 anos, foi condenado
a mais de 21 anos pela morte de colono no ACAlexandre Lima/Arquivo pessoal Cristiano Souza da Silva, de 24 anos, foi condenado a mais de 21 anos, em regime inicial fechado, pela morte do colono Manoel de Figueiredo, de 50 anos, em novembro de 2017. A vítima foi achada morta a pauladas no Ramal do Prata, na zona rural de Epitaciolândia. O júri ocorreu nesta terça-feira (14) e ouviu o réu e mais três testemunhas, segundo informações do Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC). Silva tinha sido preso no município de Xapuri em outubro de 2018. Conforme a Justiça, a motivação do crime foi uma vingança. Segundo a denúncia, Silva tinha sido preso após um furto contra a vítima e quando saiu da penitenciária, retornou até a cidade para se vigar do colono. Após o julgamento, que durou mais de seis horas, Silva foi levado para a penitenciária Francisco D’Oliveira Conde, na capital acreana, Rio Branco. Manoel de Figueiredo, de 50 anos, foi achado morto em novembro de 2017 Arquivo pessoal
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree