-->

Menos de 7 mil animais foram vacinados contra aftosa no interior do AC

22 Mai 2019

Meta do governo é imunizar mais de 40 mil animais em cinco municípios do Vale do Juruá. Com 17 dias da campanha contra aftosa, menos de 7 mil
animais foram vacinados em Cruzeiro do Sul Arquivo/Idaf A campanha de vacinação contra a febre aftosa teve início no dia 1o de maio e se encerra no dia 31, mas até esta sexta-feira (17), apenas 100 produtores de cinco cidades de Cruzeiro do Sul comprovaram ao Instituto de Defesa Animal e Florestal (Idaf), que aplicaram a vacina em seus animais. Nos municípios de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Rodrigues Alves, Porto Walter e Marechal Thaumaturgo, mais de 40 mil animais bovinos devem ser imunizados contra a febre aftosa. São 1,1 mil criadores, entre pequenos e grandes pecuaristas, que terão que vacinar seus rebanhos para evitar multas e manter o Acre como zona livre da doença. De acordo com o Idaf, com 17 dias da campanha, apenas 6.996 animais foram vacinados em Cruzeiro do Sul. Nos outros municípios os dados ainda não foram catalogados. Mesmo assim, o instituto afirma que tudo indica que a meta do governo será alcançada, já que os pecuaristas têm até o dia 15 de junho para apresentar o comprovante da vacina. “A procura das pessoas para apresentar a declaração até agora nos surpreendeu, pois em outras épocas, a quantidade de pessoas que vinham declarar nesse mesmo período era bem inferior. Acreditamos que até o final da campanha vamos conseguir atingir a meta. Até porque as pessoas que estão vindo declarar são os proprietários das regiões mais isoladas”, disse e zootecnista do Idaf, Tatiana Oliveira. Ainda de acordo com o Idaf, a procura pela vacina nas casas agropecuárias têm sido intensa, o que leva a acreditar que os criadores estão empenhados em imunizar seus rebanhos. Mais de 20 mil doses da vacina já foram vendidas. O rebanho total dos municípios que formam a regional do Juruá (Cruzeiro do Sul, Rodrigues Alves, Mâncio Lima, Porto Walter e Marechal Thaumaturgo) é de 88 mil bovinos. Nesta campanha, serão vacinados os animais de 0 a 2 anos de idade, que somam 50% de todo rebanho desses municípios. As equipes do Idaf responsáveis pela campanha em Marechal Thaumaturgo e Porto Walter fazem a vacinação considerada oficial. Por ser região de fronteira, os técnicos levam as vacinas e aplicam nos animais depois fazem a declaração das propriedades. Em Cruzeiro do Sul, Rodrigues Alves e Mâncio Lima, o Idaf faz a vacina assistida que é determinada pelas regiões de risco. Nesses municípios, os donos de propriedade que ficam perto de lixões, frigoríficos e outros locais de grande fluxo de animais devem que informar quando vão vacinar para que os técnicos do órgão façam o acompanhamento.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree