-->

Lei é revogada e Estado não deve mais bancar defesa de ex-gestores processados no Acre

22 Mai 2019

Estado se responsabilizava com gastos de defesa a ex-gestores. Lei foi sancionada nesta terça-feira (21). Deputado Gehlen Diniz comemorou a vitória do projeto ser sancionado e publicado pelo governo
do AcreDivulgação/Aleac A partir de agora, os ex-gestores do Acre não terão mais direito à defesa bancada pelo Estado. A lei, que autorizava as entidades da administração indireta do estado do Acre a realizarem a defesa técnica e jurídica dos ex-dirigentes, nas causas decorrentes de atos de gestão, foi revogada. Antes disso, os ex-gestores da administração pública que enfrentavam algum tipo de processo judicial devido à sua função pública, tinham a defesa concedida pelo governo O projeto de lei tinha sido aprovado na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) no último dia 8, em Rio Branco. O autor do texto, deputado Gehlen Diniz (PP) explicou que a lei a Nº 2.138 de 2009 foi criada na gestão do ex-governador Binho Marques (PT-AC). Objetivando evitar que, no futuro, o Estado tenha gastos dessa natureza, propus a revogação dessa lei. Um gestor e ex-gestor, que responder processo, vai ter que bancar os advogados com dinheiro do bolso dele. A entidade não pode trabalhar para bancar advogado para eles", frisou. Ainda segundo ele, o projeto foi apresentado ano passado na Aleac, mas não chegou a ir para avaliação na Comissão de Constituição e Justiça. Diniz acrescentou que o objetivo é economizar e considera a sanção uma vitória. “Atualmente reapresentei o projeto, tramitou, foi a plenário, aprovado e sancionado. É outro governo, que poderia deixar como está, mas mudou totalmente a gestão pública. Não é justo que paguemos a defesa dessas pessoas. A lei é uma vitória, fiquei muito feliz e é gratificante no parlamento”, concluiu.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree