-->

'Assustador', diz morador de cidade do Acre atingida por tremor de terra no Peru

26 Mai 2019

Terremoto de magnitude de 7,2 no Peru foi sentido em pelo menos cinco cidades do Acre. O terremoto de magnitude 7,2 que foi detectado no alto Amazonas do Peru
durante a madrugada deste domingo (26) assustou os moradores de Cruzeiro do Sul, segunda maior cidade do AcreMazinho Rogério/G1 O terremoto de magnitude 7,2 que foi detectado no alto Amazonas do Peru durante a madrugada deste domingo (26) assustou os moradores de Cruzeiro do Sul, segunda maior cidade do Acre. O morador do Bairro do Remanso Cláudio Antônio da Silva, 40 anos, acordou com a cama dele balançando. Segundo ele, ficou assustado com o tremor de terras que teve o epicentro no Peru e atingiu ao menos cinco cidades do Acre. “Quando começou o balançar o negócio foi feio. Balançava a casa que ia lá e voltava. Minha filha acordou alarmando e levantou todo mundo lá em casa. Pela altura da casa, foi assustador e o impressionante é que demorou muito tempo. Fiquei com medo de de acontecer alguma coisa com a minha casa”, contou Silva. O operário Edvaldo Oliveira disse que estava acordado quando a terra começou a tremer. Ele falou que nunca tinha visto um tremor de terras tão forte. “Forte como foi até hoje eu nunca tinha visto. Eu estava deitado, mas ainda estava acordado quando a cama começou a balançar e eu falei para minha mulher que a terra tava tremendo. Fiquei muito assustado porque foi muito forte mesmo, nunca tinha visto desse jeito”, falou Oliveira. Já a verdureira Consuelo Alves disse que já tinha visto outro parecido em 2011. “Acho que foi do mesmo jeito daquele. A minha menina disse ‘mãe isso é um tremor de terra'. Foi bem forte, só tinha visto um do mesmo jeito há 8 anos. A casa ficou toda balançando, as coisas querendo cair e as lâmpadas balançavam muito. Fiquei com muito medo”, disse a verdureira. Por conta da intensidade do terremoto, muitos moradores dos prédios mais altos da cidade deixaram seus apartamentos no momento em que a terra tremeu. Mesmo assim, o Corpo de Bombeiros informou que não houve registro de nenhuma ocorrência durante o tremor de terras. Sobre o terremoto Pelo menos 6 pessoas ficaram feridas no Equador e outras 6 no Peru por causa do terremoto que atingiu o Alto Amazonas peruano na madrugada deste domingo (26), de acordo com informações do Serviço Nacional de Gestão de Riscos e Emergências equatoriano e do jornal peruano "El Comercio". Não há registro de mortos. O IGP informou que o tremor foi sentido às 2h41 (horário local do Peru, 3h41 em Brasília) a uma profundidade de 141 quilômetros. A imprensa peruana disse que em localidades próximas ao epicentro, o abalo foi sentido de maneira clara. O tremor também foi registrado na capital do Peru, Lima. Não há informações sobre danos ou feridos. No Acre, de acordo com o major Cláudio Falcão, da assessoria de comunicação dos bombeiros, a corporação foi informada do tremor através de chamados por volta das 1h40, horário local. “De 2010 até 2019 nós tivemos todo ano tremor de terras no Acre, sendo que em 2010 foram três no mesmo ano e 2015 quatro. O interessante também é que em 2015 quando foram quatro tremores foi em dois dias, 25 e 26 de novembro”, afirmou. Esse é o segundo tremor de terras sentido no Acre em 2019. No dia 5 de janeiro, os moradores de Tarauacá, no interior do Acre, sentiram a terra tremer e, de acordo com USGS, o abalo chegou à magnitude 6,8. Bombeiros atendem oito ocorrências na capital Oito ocorrências foram registradas na capital acreana, Rio Branco, durante o terremoto de magnitude de 7,2 graus que foi detectado no Alto Amazonas do Peru, a cerca de 70 Km a sudeste do distrito de Lagunas. Em Rio Branco, segundo o major Cláudio Falcão, dos bombeiros, as ocorrências foram registradas todas durante a madrugada e foram solicitadas para averiguação de estruturas. “Foram seis ocorrências em prédios e em duas residências na baixada da Sobral. Nós fomos durante a madrugada, fizemos vistorias em todos os locais, porque deu uma tremida nos prédios e as pessoas sentem mais. Não houve dano em nenhuma das estruturas”, finalizou.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree