-->

Após 10 dias preso, Justiça do AC manda soltar PM envolvido em acidente que matou mulher

10 Junho 2019

PM Alan Martins deixou o Bope, onde estava preso desde o último dia 31, nesta segunda-feira (10). Acidente matou Silvinha Pereira e deixou o marido dela ferido. Silvinha Pereira
da Silva, de 38 anos, morreu após ser atropelada pelo policial militar Arquivo da família A Justiça do Acre acatou um pedido de revogação de prisão, nesta segunda-feira (10), e mandou soltar o policial militar Alan Martins, preso desde o último dia 31 pela morte de Silvinha Pereira em um acidente de trânsito. O carro que o PM dirigia bateu na motocicleta que a mulher estava com o marido, no dia 18 de maio, na Estrada Dias Martins, em Rio Branco. Os três ficaram feridos e foram levados para o Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb). No dia 19, Silvinha morreu no hospital e o marido ficou internado à espera de uma cirurgia no fêmur. A prisão preventiva foi um pedido do Ministério Público do Acre (MP-AC). Segundo as investigações do órgão, Martins tinha consumido cerca de 30 garrafas de cerveja no dia do acidente. A defesa nega que ele tenha bebido no dia da batida. Ao G1, o advogado do policial, Wellington Silva, disse que fez o pedido oral de revogação da prisão durante audiência de apresentação do PM, na 1ª Vara do Tribunal do Júri. O pedido foi acatado pelo juiz Clovis de Souza Lodi. Acidente ocorreu na Estrada Dias Martins, em Rio Branco, no dia 18 de maio Janine Brasil/G1 “Aplicou algumas medidas cautelares em substituição a prisão como não comparecer em bares, boates e outros, não sair da cidade, comparecer mensalmente ao juízo para confirmar ou justificação das atividades e suspensão da CNH [Carteira Nacional de Habilitação]”, confirmou. Martins estava preso no Batalhão de Operações Especiais (Bope). Segundo Silva, o alvará de soltura já foi cumprido e o policial está em casa com os familiares. “O Ministério Público foi contrário o pedido da defesa. Entendeu que deveria ser mantida a prisão preventiva, mas a defesa entende que não e o juiz atendeu o pedido”, frisou. Denúncia Ainda segundo Silva, o inquérito do MP-AC foi encerrado e a denúncia oferecida pelo órgão. Martins foi denunciado por homicídio doloso cometido na direção de veículo automotor, pela morte de Silvinha, e tentativa de homicídio doloso contra José da Silva, de 43 anos, marido da vítima fatal. “Ele vai aguardar o processo em liberdade, só foi ouvido pelo Ministério Público, não foi ouvido pela Polícia Civil”, acrescentou o advogado. Vídeo mostra momento que policial bate carro em acidente e mata mulher em Rio Branco Vídeo Um vídeo mostra o momento do acidente na Estrada Dias Martins, envolvendo o policial militar e que resultou na morte de Silvinha Pereira da Silva, no último dia 18. O vídeo, que foi divulgado nas redes sociais, mostra o momento em que o carro passa em alta velocidade, ultrapassa outro veículo e bate na moto por trás e para em cima da calçada, após se chocar com o poste de energia elétrica. Em entrevista aoG1, no último dia 23, o marido de Silvinha, José da Silva, disse que o policialdirigia em alta velocidadee narrou o pouco que lembra sobre o acidente. "Não tenho muito o que explicar, porque a única coisa que lembro é que escutei cantada de pneu atrás da gente. Quando olhei o retrovisor, a única coisa que vi foi um vulto muito rápido e o impacto. Daí já apaguei e não lembro mais de nada. Quando fui acordar, acho que já tinha dado uns 20 minutos depois", contou.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree