-->

Com alta procura, estoque da vacina contra meningite esgota em Cruzeiro do Sul

03 Julho 2019

Município deve receber nova remessa na quinta-feira (4). São enviadas à cidade, 400 doses por mês. Com alta procura, estoque da vacina contra meningite esgota em Cruzeiro do
Sul Arquivo pessoal Em Cruzeiro Sul, depois que três pacientes de outras cidades foram diagnosticados com meningite, a procura pela vacina fez esgotar o estoque nas unidades de saúde. Só nas duas últimas semanas do mês de junho, mais de 400 pessoas compareceram para se imunizar contra a doença nas unidade da cidade. Vacinas contra a meningite são disponibilizadas na rede pública do Acre, destaca profissional Cruzeiro do Sul recebe mensalmente 400 doses de vacina e sempre atingia a meta do Ministério da Saúde de vacinar mais de 70% de crianças e adolescentes de um número preestabelecido. Em maio, foram vacinadas 132 pessoas de 135 que deveriam ser imunizadas, o que representa que o município alcançou quase 100% do público. Na cidade, foram confirmados casos de duas crianças de Tarauacá (AC) morreram após chegar com a doença em Cruzeiro do Sul e uma de Ipixuna (AM) está em tratamento no Hospital Regional do Juruá. Com isso, a procura pela vacina foi tanta que o estoque nas unidades de saúde se esgotou na segunda maior cidade do Acre. “Com a procura, a vacina do mês, um estoque de 400 doses, foi zerado e estamos recebendo mais amanhã [quinta-feira,3]”, disse o coordenador do Programa Nacional de Imunização, Joab Rocha, que solicitou o aumento da quantidade de vacinas para 600 doses por mês. O coordenador lembra que a vacina contra a meningite faz parte do calendário básico de vacinação da criança que deve tomar a primeira dose aos 3 meses, a segunda aos 5 meses e o reforço com um ano de idade. Os adolescentes também devem tomar a vacina, mas, segundo Rocha, esse público geralmente era o que menos se interessava em se imunizar – realidade que mudou com os casos. “Depois da confirmação desses casos de meningite, foram os adolescentes que passaram a procurar mais as unidades de saúde e, por isso, teve esse aumento considerável na quantidade de pessoas vacinadas no mês de junho e acreditamos que será ainda maior em julho”, acredita Rocha.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree