-->

Mural em prédio chama atenção em Cruzeiro do Sul e população aprova: 'Cidade ficou mais alegre', diz morador

20 Julho 2019

Primeiro encontro entre grafiteiros de vários países em Cruzeiro do Sul faz parte da 3ª edição do RB Graffiti. Encontro de grafiteiros ocorre em Cruzeiro do Sul Prefeitura de
Cruzeiro do Sul A cidade de Cruzeiro do Sul, interior do Acre, passou a ganhar um novo visual a partir desta sexta-feira (19). Na Avenida Coronel Mâncio Lima, a fachada de um prédio agora é um dos pontos mais apreciados pelos moradores da cidade, que tem quase 90 mil habitantes, e é palco de e um encontro de mais de 50 grafiteiros de vários estados do Brasil e de outros países. O grupo chegou na quinta-feira (18) e vai ficar até este domingo (21). Com o Projeto 'Reflorestando a Paz', os artistas vão pintar a fachada de ao menos sete prédios particulares e espaços públicos. No prédio da Avenida Coronel Mâncio Lima, uma variedade de cores formam gravuras em várias dimensões que representam culturas diferentes e uma diversidade de sensações e pensamentos distintos. Rildo Moreira é da Bahia e há 20 anos trabalha com graffiti. Ele já tinha visitado vários estados e outros países e diz que tentou mostrar elementos da natureza que marcam a cultura local de forma lúdica em sua pintura. “São dois pássaros nativos daqui que tentei desenvolver com meu estilo de rua. Gosto de usar o real com o lúdico em todos os meus trabalhos. Tento fazer com que a pessoa que está olhando possa se identificar com aquela realidade fora do comum”, explica o artista. Moradores aprovaram novo visual da cidade Prefeitura de Cruzeiro do Sul Para os moradores, a cidade ganha uma nova vida com o trabalho dos grafiteiros. O diarista Raimundo Justino de Oliveira foi ao local na manhã deste sábado (20) e levou o neto de 10 anos para ver o trabalho dos artistas e aprovou o novo visual da fachada do prédio. “Eu fiquei aqui e nem vi o tempo passar porque estava admirando o trabalho deles que está ficando muito bonito. Até porque aqui eu nunca tinha visto isso. A cidade está ficado mais alegre e divertida”, diz o morador. O autônomo Carlos Dean de Souza, que trabalha com artes plásticas, disse que ficou encantado com a ação dos grafiteiros em Cruzeiro do Sul e até se interessou e conhecer a técnica. “A cidade ganha vida. Está maravilhoso. Isso que é arte e temos que valorizar. Eu já trabalho com pintura de quadro com pincel e estou aqui para dar uma olhada e conversar com alguns deles para conhecer melhor a técnica”, revelou Souza. Essa é a primeira vez que o encontro ocorre em Cruzeiro do Sul, mas é a 3ª edição do RB Graffiti em Rio Branco. Pela 1ª vez, o encontro de grafiteiros teve um espaço especial para a participação de artistas femininas. Mari Oliveira é de São Paulo e há 3 anos desenvolve a arte de rua. Na pintura ela aborda a imposição do padrão da estética. “Eu desenho gordinhas, faço uma contraposição da imposição da estética do padrão do corpo. Abordo essa temática do padrão do corpo feminino, de você ser como você é. Então, faço elas negras, índias, japonesas, brancas, são personagens diversas que cada uma representa alguma pessoa que conheci na vida e faço uma reflexão sobre o preconceito que as pessoas gordas sofrem”, disse Mari. Grafiteiros de vários países participam do encontro que já ocorreu em Rio Branco Mazinho Rogério/G1
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree