-->

Rio Branco é uma das capitais onde os homens menos bebem, aponta estudo

29 Julho 2019

Vigitel ouviu 524 homens durante pesquisa no ano passado. Proporção é menor ainda entre mulheres. Rio Branco é uma das capitais onde os homens menos consomem bebida alcoólica,
aponta estudo Reprodução EPTV Em mais um dos pontos abordados pela Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), Rio Branco aparece como uma das capitais com menor taxa de consumo de bebida alcoólica entre os homens. Os dados foram publicados nesta quinta-feira (25) pelo Ministério da Saúde. Neste estudo, foram ouvidos 524 homens e pouco mais de 104 assumira fazer o consumo de bebidas alcoólicas. Esse percentual é ainda mais baixo entre as mulheres ouvidas na pesquisa. Das 937 mulheres ouvidas, apenas 11% ingerem bebida alcoólica, pouco mais de 100. As entrevistas telefônicas feitas pela Vigitel foram feitas entre janeiro e dezembro do ano passado. As maiores frequências desse uso, entre homens, foram observadas em Palmas (32,5%), Salvador (31,6%) e Florianópolis (31,0%) e, entre mulheres, em Salvador (16,7%), Belo Horizonte (16,4%) e Vitória (15,5%). Já as menores taxas no sexo masculino foram registradas em Porto Alegre (18,3%), Manaus (19,9%) e Rio Branco (20,2%) e, no sexo feminino, em João Pessoa (7,4%), Curitiba (7,9%) e Natal (8,0%). Em Rio Branco, 12% dos homens assumem beber e dirigir Reprodução/TV Globo Direção e álcool No mesmo estudo, há dados também dos motoristas que ingerem bebida alcoólica e dirigem. Dos entrevistados homens, 12% alegam que dirigem após consumirem álcool. O número é menor entre as mulheres, sendo que apenas 2% assumem fazer a mistura entre álcool e direção. Saúde A pesquisa também ouviu homens e mulheres que avaliaram o estado de saúde, considerando as avaliações “ruim” ou “muito ruim”. Na capital acreana, há dois pontos interessantes: enquanto o sexo masculino não acha que seu estado de saúde anda ruim, a maioria das mulheres avalia negativamente a saúde. Segundo a pesquisa, os homens de Rio Branco (1,7%) avaliam ter uma boa saúde. Já quando a mesma avaliação é feita pelo público feminino, a maior porcentagem em que as mulheres avaliam o estado de saúde como ruim ou muito ruim aparece na capital acreana, com 11%. Mamografia Ainda na área de saúde, o Ministério da Saúde recomenda que todas as mulheres entre 50 e 69 anos de idade façam exames de mamografia pelo menos uma vez a cada dois anos, além de recomendar o exame anual para mulheres acima de 35 anos que pertençam a grupos de alto risco. O estudo aponta também que as mulheres em Rio Branco são as que menos fazem o exame. É a segunda cidade com a pior taxa nesse setor. Apenas 67% das mulheres, entre 50 a 69 anos, dizem que realizaram mamografia pelo menos uma vez nos últimos dois anos. Rio Branco só fica atrás de Boa Vista (66%). O estudo aponta também que as mulheres em Rio Branco são as que menos fazem o exame Renata de Brito
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree