-->

Motorista de aplicativo reage a assalto e mata suspeito a tiros no Acre

04 Agosto 2019

Suspeito morreu na noite deste sábado (3), na Rodovia AC-40, bairro Vila Acre, em Rio Branco. Assaltante teria deixado a arma cair no banco do carro, motorista pegou e
atirou nele, segundo a PM-AC. Assalto na noite deste sábado (3), na Rodovia AC-40, bairro Vila Acre, acabou com suspeito morto Divulgação/Polícia Militar do Acre Um motorista de aplicativo reagiu a um assalto na noite deste sábado (3) e matou o suspeito, identificado como Werney Moreira da Costa, de 27 anos. Costa foi atingido com pelo menos três tiros e morreu no local. O caso ocorreu na Rodovia AC-40, bairro Vila Acre, em Rio Branco. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda foi acionado pela Polícia Militar do Acre (PM-AC), mas o rapaz já estava morto quando a equipe chegou. Um revólver calibre 38 foi encontrado ao lado do corpo, além de uma bicicleta, que seria de Costa, e seis cápsulas deflagradas do revólver. Assalto Populares informaram à PM-AC que Werney da Costa anunciou o assalto para o motorista e invadiu o carro. Ao tentar assumir a direção do veículo, o suspeito deixou o revólver cair no banco. O motorista, então, pegou a arma e atirou no suspeito, que saiu correndo e caiu um pouco mais à frente. A polícia relatou ainda que havia seis perfurações no corpo do rapaz. Ainda segundo a PM-AC, Costa tinha passagens por roubo pela polícia. O corpo dele foi levado para o Instituto Médico Legal de Rio Branco (IML). O motorista de aplicativo, que não teve o nome divulgado, queria permanecer no local, mas foi aconselhado pelos populares a sair e se apresentar posteriormente à polícia. Motorista morto Também no sábado, o motorista de aplicativo Alberto da Silva Souza, de 29 anos, foi achado morto com as mãos e pés amarrados e sem roupas, no km 12 do Ramal do Mutum, na capital acreana. A PM-AC informou que o motorista estava com ferimentos na cabeça e aparentava ter sido morto em outro local e jogado no ramal. A polícia acredita que Souza foi vítima de latrocínio, já que o carro dele foi levado pelos criminoso. Ao G1, a Polícia Civil informou que os responsáveis pela Delegacia Especializada em Investigação Criminal (Deic) e de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) já iniciaram as investigações e estão em diligências no local do crime.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree