-->

Prefeitura faz levantamento de 4 mil idosos que podem pedir coleta de exame em casa em Rio Branco

19 Agosto 2019

Levantamento deve ser concluído em 90 dias e vai definir qual o público prioritário no atendimento por meio de requisição médica. Pelo menos 4 mil idosos que podem solicitar
coleta de exame em casa na capitalAline Nascimento/G1 A prefeitura de Rio Branco está fazendo um levantamento de 4 mil pessoas, por um documento chamado fluxo de rotina para que os idosos e pessoas com deficiência e mobilidade reduzida possam solicitar coleta de exames em casa. O trabalho da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) é feito após a sanção da lei na última semana e determinar que os laboratórios da rede de saúde da capital façam a coleta nos domicílios. "Nós estamos nos preparando ainda. A comissão está preparando um documento que se chama fluxo de rotina e então definir quem é o público prioritário para ser atendido, dentro do prazo de 90 dias que temos", explica o secretário de saúde Oteniel Almeida. O secretário disse que, ao final desse prazo, serão anunciados os critérios de acesso, a forma de credenciamento e qual a rotina que vai se estabelecer para a coleta desses exames. "Como a lei diz, são para os idosos. Idoso é considerado a partir dos 60 anos e as pessoas com deficiência, que têm a mobilidade reduzida com indicação médica. Então estamos aguardando essa indicação", pontua. O secretário não informou como serão definidas as prioridades, mas explicou que com essa indicação será estabelecida a classificação. Além disso, ele disse que é necessária a requisição médica para solicitar o exame. Segundo explicou o secretário, para executar a lei, o atendimento vai ser feito com os agentes que já fazem os atendimentos separados por áreas e que não deve demandar mudanças no quadro de pessoal. Quando feitas as visitas de rotina, mediante o documento do médico, pode ser feito o pedido.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree