-->

Filha de Stan Lee processa ex-assistente do diretor

16 Novembro 2019

A filha de Stan Lee está processando o ex-assistente dele em US$ 25 milhões (R$ 104 milhões). Joan Celia Lee diz que Bradley Herman apareceu em um podcast pouco depois

de seu pai falecer, em novembro de 2018, e a acusou de pegar o pai pelo pescoço e bater com a cabeça dele em uma cadeira, mas ela insiste que isso é mentira.

O processo, obtido pelo site americano TMZ, sugere que Bradley – que ela diz ter sido demitido no começo de 2018 – fez essas acusações porque queria se vingar dela. Joan assegurou que jamais foi agressiva com o pai.

Joan Celia também disse que Stan Lee negou que ela tenha batido nele ou tentado estrangulá-lo em várias entrevistas, e que o antigo empregado sabia que isso era mentira quando contou no podcast.


Continua depois da Publicidade

A mulher também disse que Bradley roubou de Stan e regularmente falsificava sua assinatura nos empréstimos antes de ser demitido. Alan Duke, apresentador do podcast, também está sendo processado.

Em sua entrevista com Bradley Herman, o convidado disse:

"JC Lee pegou o pai pelo pescoço, o enforcou e bateu com a cabeça dele na parte de madeira da cadeira".

A filha de Stan Lee já tinha criticado a Marvel e a Disney, dizendo que eles nunca demonstraram 'respeito ou decência' com seu pai, após um conflito agora resolvido sobre o financiamento e lucros dos filmes do Homem-Aranha, o que fez com que o personagem não aparecesse mais no Universo Cinematográfico da Marvel.

Gwyneth Paltrow faz homenagem a Stan Lee e recebe críticas

Source: Ofuxico.com.br


Continua depois da Publicidade

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree