-->

Santos faz a festa na Vila, goleia o Flamengo e garante o vice-campeonato

08 Dezembro 2019

(Foto: Ivan Storti/Santos)

Acabou oficialmente o Campeonato Brasileiro de 2019. E o posto de vice-campeão, antes disputado por Palmeiras e Santos, terminou nas mãos do

Peixe. Neste domingo, o Alvinegro Praiano recebeu o Flamengona Vila Belmiro, pela última rodada da competição nacional, e goleou os cariocas por 4 a 0. Aos gritos de “olé” e “fica, Sampaoli”, o time santista deu show com gols de Carlos Sánchez, duas vezes, Marinho e Eduardo Sasha.

Com o resultado, a equipe paulista chegou a 74 pontos, garantiu a segunda colocação e fez sua melhor pontuação na história dos pontos corridos com 20 times. Além disso, o Santos também registrou a melhor campanha de um vice-campeão em Brasileiros com 20 clubes, formato adotado desde 2006.

Já o Rubro-Negro, que havia conquistado o título antecipado, terminou a competição com 90 pontos. Agora, o time carioca volta as atenções para a disputa do Mundial de Clubes, no Catar. A estreia está marcada para o dia 17 de dezembro contra o vencedor do duelo entre Al Hilal, da Arábia Saudita, e Espérance, da Tunísia.

O jogo

Em jogo que pouco valia para ambas as equipes, o clima leve já predominava antes do apito inicial. Completando 100 partidas disputadas com a camisa do Santos, o meio-campista Diego Pituca foi homenageado antes de a bola rolar. O volante ainda aproveitou para pedir a namorada em casamento.

Em campo, as duas equipes protagonizaram um início de confronto movimentado, com duas boas chegadas para cada lado nos primeiros 11 minutos. E o marcador foi aberto pelos donos da casa. Aos 14, Sánchez achou um belo passe para Soteldo nas costas de Rodinei. O camisa 10 dominou, parou e rolou para Marinho, que emendou de primeira, de canhota, para balançar as redes.

Oito minutos depois, Sánchez aproveitou a falha de Filipe Luís na saída de bola, fez o domínio na coxa, invadiu a área e bateu cruzado de direita para ampliar a vantagem santista. O Flamengo nem teve a chance de responder, já que foi dominado por um intenso Alvinegro Praiano. Regidos por uma atuação de gala do camisa 7 uruguaio, os paulistas poderiam ter ido para o intervalo com uma diferença ainda mais extensa no placar, mas pararam em Diego Alves.

Na segunda etapa, o Rubro-Negro voltou melhor que no primeiro tempo e equilibrou um pouco mais a partida. Aos dez minutos, Arrascaeta arrancou pelo meio e encontrou Vitinho na esquerda. O camisa 11 entrou na grande área, ajeitou para a canhota e finalizou, mandando perto da meta de Everson.

Apesar disso, o Santos mais uma vez foi às redes. Aos 17, Soteldo fez ótima jogada pelo esquerdo do ataque, passou por Rodinei e fez o cruzamento para Eduardo Sasha, que completou de cabeça para fazer o terceiro do Peixe. E mesmo com o placar confortável, os comandados de Jorge Sampaoli ainda marcaram pela quarta vez. Marinho aproveitou erro de Diego no ataque e abriu para Victor Ferraz. O lateral cruzou para Sánchez, que, livre, fechou a goleada.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 4 X 0 FLAMENGO

Data: 8 de dezembro de 2019 (domingo)
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Auxiliares: Bruno Boschilia e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
VAR: Adriano Milczvski (PR)
Público: 13.310
Renda: R$ 574.130,00

Cartões amarelos: Filipe Luís, Gabigol, Rodinei (Flamengo)
Gols: Marinho, aos 14 minutos do primeiro tempo; Carlos Sánchez, aos 22 minutos do primeiro tempo e aos 39 minutos do segundo tempo; Eduardo Sasha, aos 17 minutos do segundo tempo (Santos)

SANTOS: Everson; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge; Alison (Jobson), Carlos Sánchez (Sandry) e Diego Pituca; Marinho, Soteldo e Eduardo Sasha (Jean Mota).
Técnico: Jorge Sampaoli

FLAMENGO: Diego Alves, Rodinei (João Lucas), Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Gerson, Willian Arão, Everton Ribeiro e Arrascaeta (Diego); Bruno Henrique (Vitinho) e Gabigol.
Técnico: Jorge Jesus

O post Santos faz a festa na Vila, goleia o Flamengo e garante o vice-campeonato apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Source: Gazeta Esportiva

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree