-->

Contrato de Sampaoli no Santos ajuda a entender dificuldade do Palmeiras; veja valores

13 Dezembro 2019

Veja os detalhes da comissão de Sampaoli no Santos (Ivan Storti/SFC)

O técnico Jorge Sampaoli se reuniu com a diretoria do Palmeiras na

última quinta-feira, no Rio de Janeiro. E não se chegou a uma definição.

O Verdão tentou “trocar” parte da pedida salarial de quase R$ 2 milhões para a comissão técnica em bônus por títulos. Sampaoli prometeu responder em breve.

As exigências do argentino causaram certa estranheza à comitiva de representantes do Alviverde. E o contrato dele com o Santos, obtido pela Gazeta Esportiva, ajuda a explicar.

A documentação anexada no processo do preparador físico Pablo Fernandez em busca da rescisão indireta do contrato com o Peixe pela falta do pagamento do FGTS mostra auxiliar com salário próximo ao Sampaoli, direito de imagem e auxílio-moradia. O total, incluindo bônus por metas, premiações por jogo e luva pela assinatura era de mais de R$ 1 milhão (metade do que foi pleiteado no Palmeiras).

Salários fixos da comissão de Sampaoli no Santos (Reprodução)

O salário de Sampaoli era de R$ 270 mil, com R$ 240 mil para o auxiliar Jorge Desio, R$ 100 mil para o outro auxiliar Carlos Desio, R$ 150 mil para o preparador físico Pablo Fernandez e mais R$ 27 mil para o outro preparador Marcos Fernandez.

Jorge Sampaoli ainda recebia 25 mil dólares (cerca de R$ 100 mil) por mês em direito de imagem. Esta parte do pagamento tem atraso de duas parcelas.

Outro ponto importante é o auxílio-moradia. Todos os membros da comissão técnica recebiam esse valor: R$ 10 mil para Sampaoli, R$ 6 mil para Jorge Desio e Pablo Fernandez e R$ 3 mil para Carlos Desio e Marcos Fernandez.

O acordo também previa premiações em caso de título de R$ 10 milhões no Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, R$ 7 milhões na Sul-Americana e R$ 3 milhões no Campeonato Paulista. O Alvinegro não levantou taças nesta temporada.

Auxílio-moradia previsto no contrato (Reprodução)

Briga na Justiça

Jorge Sampaoli pretende levar os quatro auxiliares citados para o Palmeiras. E eles gostariam de sair livres do Santos. Mas a Justiça diz o contrário.

O quarteto acionou a Justiça do Trabalho com o objetivo de rescindir o contrato indiretamente por causa de supostos atrasos no Fundo de Garantia. A resposta foi negativa, de acordo com o GloboEsporte.com. Os valores totais, baseados nos meses do contrato vigente até dezembro de 2020, são de R$ 5 milhões.

Outro ponto importante é a multa rescisória de Sampaoli, prevista em cláusula do contrato. Os R$ 10,5 milhões tinham validade até o dia 10. O Peixe alega que o argentino pediu demissão no dia 9. O profissional emitiu nota oficial de desligamento no dia 11. A briga para quem vai arcar com a quantia também será pauta na Justiça.

Exigências “estranhas”

Interessado em contratar um técnico capaz de proporcionar uma mudança no estilo de jogo após as passagens dos pragmáticos Luiz Felipe Scolari e Mano Menezes, o Palmeiras tem Jorge Sampaoli como Plano A. A chegada do argentino, famoso por jogar ofensivamente, serviria também para acalmar torcedores e conselheiros.

Na tentativa de acertar com Sampaoli, o Palmeiras montou uma comitiva para negociar com o técnico no Rio de Janeiro, algo incomum. O clube, inclusive, está disposto a aceitar um pedido inusual para um técnico: a indicação de Gabriel Andreata, atual gerente de futebol do Santos, como informou o UOL.

O post Contrato de Sampaoli no Santos ajuda a entender dificuldade do Palmeiras; veja valores apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Source: Gazeta Esportiva


Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 1085 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree