-->

Desvalorização do real é problema para permanência de Jorge Jesus no Flamengo

29 Março 2020
A diretoria do Flamengo está otimista que vai conseguir renovar o contrato do técnico Jorge Jesus. O português tem vínculo com o clube somente até o dia 20 de junho.
As duas partes já tiveram alguns encontros. Porém, até o momento, não houve uma evolução, apenas a boa vontade dos dois lados de negociar e...
Marcelo Cortes / Flamengo

Marcelo Cortes / Flamengo

A diretoria do Flamengo está otimista que vai conseguir renovar o contrato do técnico Jorge Jesus. O português tem vínculo com o clube somente até o dia 20 de junho. As duas partes já tiveram alguns encontros. Porém, até o momento, não houve uma evolução, apenas a boa vontade dos dois lados de negociar e encontrar um ponto de acordo. O grande entrave está na desvalorização da moeda brasileira, o Real.

Pelo acordo, o salário de Jorge Jesus e de sua comissão técnica tem que ser pago em euros. A moeda europeia, quando o treinador chegou ao Brasil, não superava a casa dos R$ 4,40 na paridade do câmbio. Atualmente, com a crise internacional, um euro vale mais do que R$ 5 (cinco reais). Existe a expectativa de parte do mercado que está disparidade vai aumentar ainda mais ao longo de 2020 por causa da pandemia do Coronavírus.

Diante deste cenário, o Flamengo tenta encontrar uma solução para que Jorge Jesus possa permanecer na Gávea. O treinador português tinha pedido um aumento de cerca de 50%, porém, este nem é o principal entrave, uma vez que a diretoria já esperava por isso e o treinador estaria disposto a reduzir um pocuo este percentual. O que tem pesado mesmo é o desafio de encontrar uma solução para que a taxa do câmbio não comprometa o final feliz da novela.

Jorge Jesus embarcou para Portugal esta semana e lá deverá permanecer em abril. O Flamengo deu férias a seus jogadores e boa parte de seus funcionários nos vinte primeiros dias do próximo mês. O Campeonato Carioca foi paralisado até 30 de abril. A Copa do Brasil e a Copa Libertadores também não terão partidas no próximo mês. Portanto, é possível que o período de férias seja ainda ampliado pelos dirigentes.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree