-->

Governo da Argentina admite futebol longe do retorno no país: ‘Retrocedemos em algumas situações’

29 Mai 2020
O ministro de Turismo e Esportes da Argentina, Matias Lammens, declarou nesta quinta-feira que a volta do futebol no país parece distante, apesar de estarem trabalhando em protocolos de saúde
para o retorno da atividade em meio à pandemia do novo coronavírus. “Temos conversado com o ministro da Saúde (Ginés González García) para que as...
Reuters

Reuters

O ministro de Turismo e Esportes da Argentina, Matias Lammens, declarou nesta quinta-feira que a volta do futebol no país parece distante, apesar de estarem trabalhando em protocolos de saúde para o retorno da atividade em meio à pandemia do novo coronavírus.

“Temos conversado com o ministro da Saúde (Ginés González García) para que as atividades esportivas, não apenas o futebol, possam ser praticadas novamente. Hoje a situação na cidade de Buenos Aires e na grande Buenos Aires é complexa”, disse o ex-presidente do San Lorenzo em entrevista à emissora de rádio El Destape.

“Todos nós temos a sensação de que nos últimos 15 dias não avançamos, mas que em algumas situações retrocedemos. Pensar que esses protocolos podem servir parece muito distante e isso inclui o futebol”, completou.

Lammens acredita que em províncias menos afetadas pela crise sanitária e nas quais não há casos há muitos dias é possível pensar no retorno das atividades esportivas. Porém, ressaltou que a Associação de Futebol Argentino (AFA) não planeja transferir seus torneios para alguma dessas províncias.

“Se a AFA eventualmente tomar essa decisão, ela deve nos consultar como um estado nacional para ver se as condições sanitárias estão em vigor para colocarmos isso em prática”, disse.

O futebol argentino foi suspenso no dia 17 de março, e três dias depois foi decretada uma quarentena obrigatória que durará até pelo menos 7 de junho.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree