-->

Após calote, governo de AL diz que busca oportunidade para adquirir novos respiradores

01 Junho 2020
Após ser vítima de um calote, que deixou o estado – junto com os outros membros do Consórcio Nordeste – sem respiradores, o governo de Alagoas, através do secretário de
Saúde, Alexandre Ayres, disse que busca oportunidades mais seguras para adquirir novos respiradores, equipamentos fundamentais para o enfrentamento à pandemia do novo Coronavírus. Em entrevista...
Respiradores / PC da Bahia/Cortesia

Após ser vítima de um calote, que deixou o estado – junto com os outros membros do Consórcio Nordeste – sem respiradores, o governo de Alagoas, através do secretário de Saúde, Alexandre Ayres, disse que busca oportunidades mais seguras para adquirir novos respiradores, equipamentos fundamentais para o enfrentamento à pandemia do novo Coronavírus.

Em entrevista coletiva, Ayres explicou que Alagoas esperava receber, ainda na última semana, 30 respiradores, comprados pelo grupo de trabalho, e que parte do valor já havia sido repassado ao governo baiano, que preside o consórcio. Porém, com a descoberta do grupo de estelionatários, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) de Alagoas, desistiu da compra e espera ser ressarcida integralmente.

Questionado se este dinheiro seria investido na compra de outros equipamentos, o secretário frisou que está buscando novas oportunidades, desde que dentro dos valores de mercado. “Os respiradores são equipamentos que estão ficando mais escassos. Se acharmos oportunidades dentro de valores de mercado, faremos estas novas compras”, explicou.

Hoje a operação Ragnarok foi deflagrada e cumpriu mandados de prisão, busca e apreensão em Salvador, São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal, contra quadrilha que fraudou a venda de equipamentos hospitalares. O grupo foi descoberto graças à denúncia do Consórcio Nordeste, que tentou adquirir 300 respiradores com a empresa que além de não entregar os equipamentos, não devolveu a quantia paga pelo Consórcio.

Leitos

Ainda na entrevista coletiva, Alexandre Ayres, ressaltou que hoje Alagoas conta com 1021 leitos exclusivo para o tratamento de Covid-19, criados desde o dia 30 de março. Segundo ele, 615 leitos estão ocupados, o que representa 60% da oferta. E que entre os leitos de UTI, Alagoas já registra 76% da ocupação.

Dados atualizados 

A respeito do dos dados atualizados pelo Boletim Epidemiológico, Alagoas registro 459 novos casos, totalizando 10.387 confirmações da Covid-19. O número de mortes também aumentou, com 18 novos óbitos, gerando um total de 461 vítimas do novo Coronavírus.

Alagoas registra novas mortes por Coronavírus; mais de 2500 casos seguem em investigação

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree