-->

Acusado de matar mulher por engano em estabelecimento comercial é julgado em Santana

13 Novembro 2019

Shirley Lopes Pereira foi atingida na cabeça por disparo. Verdadeiro alvo era desafeto de adolescente também envolvido no crime. Reportagem do JAP2 de fevereiro mostra momento dos disparos Iniciou
na manhã desta quarta-feira (13) o julgamento de Antônio Marcos Saboia de Souza, de 22 anos, acusado de envolvimento na morte de Shirley Lopes Pereira, da mesma idade, assassinada com tiro na cabeça em frente a um estabelecimento comercial, em 23 de fevereiro, no município de Santana, a 17 quilômetros de Macapá. Antônio confessou que estava conduzindo a motocicleta que transportava o primo dele, um adolescente de 17 anos, responsável pelos disparos feitos da rua em direção ao local onde dezenas de pessoas dançavam e ingeriam bebida alcoólica. Shirley foi a única atingida e morreu na hora. Imagens das câmeras de segurança do mercantil mostraram a ação criminosa. O julgamento acontece no Fórum de Santana, e segundo o inquérito, a vítima foi morta por engano e o alvo dos disparos seria um homem com quem o adolescente teria se desentendido horas antes. Ele saiu do local e retornou armado na moto conduzida por Antônio. O crime aconteceu por volta de 6h20 daquele sábado no estabelecimento comercial localizado na Avenida Stélio de Oliveira, no bairro Nova Brasília. Ainda de acordo com o inquérito, foram 3 disparos, sendo 2 para o alto e o terceiro que atingiu Shirley. Júri acontece no Fórum de Santana Tjap/Divulgação Para ler mais notícias do estado, acesse o G1 Amapá.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree