-->

Plano de mobilidade vai investir R$ 43 milhões na recuperação e urbanização de vias em Macapá

23 Novembro 2019

Projeto contempla ruas da Zona Sul da cidade com calçamento, iluminação, sinalização, entre outras melhorias. Medidas devem ser implantadas em até 1 ano. Rua Claudomiro de Moraes, que liga
os bairros Buritizal e Congós Rede Amazônica/Reprodução Com investimentos anunciados de R$ 43 milhões, foi lançado neste sábado (23) o plano de mobilidade para a Zona Sul de Macapá que contempla, entre outras medidas, calçamento, pavimentação, ciclovia, drenagem e iluminação em ruas e avenidas. O projeto será executado em 6 eixos que reúnem conjuntos de vias principais. O lançamento aconteceu no canteiro central da Rua Claudomiro de Moraes, uma das selecionadas para receber os serviços, que devem iniciar mesmo com a proximidade da temporada de chuvas e têm previsão de conclusão em 1 ano. Trabalhos sendo executados na Avenida 13 de Setembro Ascom/Senado Federal "Temos essa janela climática, mas vamos começar assim mesmo. A gente consegue trabalhar intensamente até fevereiro, depois as obras diminuem, algumas partes param, mas o resto continua para que a gente possa concluir o cronograma", explicou o prefeito Clécio Luís. O plano de mobilidade foi lançado pelo chefe do Executivo municipal e pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre. Os valores serão custeados pela Caixa Econômica com contrapartida da prefeitura. "Claudomiro de Moraes nas 2 vias, 13 de Setembro, Clodóvio Coelho, Hildemar Maia e Santos Dumont, esse é um primeiro trecho. São construções de eixos voltados para o transporte coletivo, mas não se pode limitar a isso, tem calçamento, drenagem, ciclovias, sinalização e o pavimento", completou Clécio. Materiais e veículos que serão implantados nas obras foram apresentados Taemã Oliveira/Rede Amazônica Para novembro de 2020 está previsto um novo investimento, desta vez de R$ 68 milhões, para a 2ª etapa do plano, que vai atender vias do Centro da capital, como Tiradentes, Leopoldo Machado, São José e Antônio Coelho de Carvalho. "Para ajudar no fluxo de veículos, na mobilidade, mas para ajudar muito nessas avenidas principais que são usadas pelos macapaenses através do transporte público", reiterou Alcolumbre. Os valores da Caixa foram intermediados pela bancada federal em Brasília e são oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e Pró-Transporte. "[A prefeitura] entregou um projeto com todas as condições de serem aprovadas pelo Governo Federal e a Caixa. São R$ 112 milhões em financiamento, fizemos de tudo para não perder", completou. Prefeito Clécio Luís e presidente do Senado Davi Alcolumbre Ascom/Senado Federal Para ler mais notícias do estado, acesse o G1 Amapá.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree