-->

Aeroporto de Macapá registrou em 2019 alta de 11% no número de passageiros

21 Janeiro 2020

Aumento ocorre no 1º ano após a abertura do novo terminal de embarque e desembarque. Estrutura recebeu 7.916 pousos e decolagens no ano passado. Novo terminal de passageiros foi
inaugurado em abril pelo presidente Jair Bolsonaro Infraero/Divulgação Com 599.329 embarques e desembarques em 2019, o Aeroporto Internacional de Macapá, que desde abril atua em novo e ampliado espaço, fechou o ano passado com alta de 11,13% no fluxo de passageiros em relação ao período anterior. O resultado é o melhor desde 2016, de acordo com a Infraero, que gerencia o terminal. Correção: A Infraero retificou nesta quarta-feira (21) os dados informados pela própria empresa na terça-feira (20) sobre os números de passageiros de 2019, mudando de 597.593 para 599.329. Os novos indicadores elevaram o percentual de aumento, passando de 9,4% para 11,13%. A informação foi corrigida às 18h02. Contando com voos diários das três principais companhias do país, o aeroporto executa viagens diretas para Belém e Brasília. Sem ligação terrestre com outros estados, a via aérea divide com o transporte fluvial o fluxo saindo e chegando no Amapá. Apesar do bom resultado em relação à 2018, a quantidade transportada no ano passado é 20% menor que a registrada em 2014, período impulsionado pela grande movimentação visando a Copa do Mundo de Futebol no Brasil. Ao todo, foram 7.916 pousos e decolagens no aeroporto de Macapá em 2019. Para o superintendente do local, Ezequiel Gomes dos Santos, a nova estrutura foi fundamental no aumento dos dados. "O Aeroporto de Macapá é o único no Amapá a operar voos comerciais regulares. E no ano passado, a Infraero entregou um terminal com instalações modernas, o que consolidou o aeroporto como a principal porta de entrada do no estado”, declarou em comunicado à imprensa. Fachada do novo aeroporto de Macapá vista da pista de pouso John Pacheco/G1 Para os próximos anos, o superintendente prevê aumento maior, acreditando na melhoria da economia, do poder de compra do amapaense e na maior oferta de turismo e negócios. "Estamos sempre em busca de novos voos e novas opções de comercio aos frequentadores do nosso terminal. Além disso, com o aquecimento da economia, a nossa expectativa é de um novo incremento no fluxo de passageiros", completou. Dados de 2018 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), apontavam que o preço médio das passagens para o Amapá saía em torno de R$ 330, motivadas principalmente pelo trecho para Belém, o mais próximo do estado e que, na época, representava 70% dos bilhetes de ida e volta para o estado. Para ler mais notícias do estado, acesse o G1 Amapá.

Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 507 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree