-->

Delegacia abriu 1 inquérito por estupro de criança ou adolescente a cada 3 dias em Macapá

17 Fevereiro 2020

Dados registraram 123 novos casos abertos em 2019 na Delegacia de Repressão a Crimes Contra a Criança e Adolescente. Delegacia onde são investigadas as denúncias Caio Coutinho/G1 Entre os
casos mais recorrentes de crimes contra crianças e adolescentes em Macapá, está o estupro de vulnerável, seguido de lesão corporal, ameaça, injúria e difamação. Somente em 2019, a Polícia Civil instaurou 123 inquéritos por violência sexual contra menores de 18 anos. O número de investigações abertas por crimes do tipo subiu 146% em relação a 2018, que registrou 50. O índice de casos concluídos é ainda maior, são 175 processos finalizados em 2019, frente a 54 de 2018, representando um aumento de 224%. Ronaldo Entringe, delegado titular da Dercca Caio Coutinho/G1 O responsável pela Delegacia de Repressão a Crimes Contra a Criança e o Adolescente no Amapá (Dercca), Ronaldo Entringe, frisou que o número total de inquéritos instaurados por todos os tipos de crime, também cresceu, de 128 em 2018, para 282 em 2019, aumentando em 120%. O delegado contou que a maioria dos casos contra menores acontece na residência e os autores, geralmente, são pessoas muito próximas das vítimas, como tio, até mesmo pai. Ele completa que os registros não prescrevem rapidamente e o acusado pode ser preso até 20 anos após o crime. “Temos um caso de um homem que abusava das quatro filhas, mas só veio à tona, quando abusou de uma neta. Com a denúncia descobrimos, com as filhas já adultas, que ele abusava das vítimas quando eram menores de idade também, há cerca de 5 anos”, lembrou. Entringe completou que a maioria dos casos não têm flagrante e as provas são escassas, mas a polícia abre uma extensa rede de depoimentos e conduz as investigações até chegar na possível acusação. Vítimas de até 14 anos podem caracterizar o crime de estupro de vulnerável. O número para denunciar violência contra o menor é o 181. Para ler mais notícias do estado, acesse o G1 Amapá.

Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree