-->

Governo federal destina ao Amapá 300 mil itens de proteção para profissionais da saúde

31 Março 2020

Itens como luvas, máscaras e álcool são destinados às ações de combate ao coronavírus. EPIs serão usadas por trabalhadores da linha de frente contra a Covid-19 Agência Brasil/BBC O
Amapá deve receber até a quinta-feira (2) a última parte dos mais de 301 mil itens de proteção individual destinados pelo governo federal a trabalhadores da saúde. Entre os equipamentos estão luvas, máscaras, toucas, álcool, entre outros, destinados às equipes que atuam com pacientes infectados ou suspeitos do novo coronavírus. O anúncio do envio foi confirmado pelo Ministério da Saúde e faz parte da terceira remessa de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) destinada ao estado. A entrega será feita com apoio da Força Aérea Brasileira (FAB) e faz parte dos 40 milhões de equipamentos destinados a todo o país. A exigência por itens de proteção é uma cobrança dos trabalhadores da área, que nas últimas semanas realizaram atos cobrando os materiais e alertando para o risco da contaminação. Confira os itens destinados ao Amapá: Luvas para procedimentos não cirúrgicos – 239 mil unidades Máscaras cirúrgicas – 55 mil unidades Aventais – 3,5 mil unidades Sapatilhas – 1,6 mil unidades Toucas hospitalares – 1,2 mil unidades Álcool etílico (500 ml) – 408 unidades Álcool etílico (100 ml) – 288 unidades Óculos de proteção – 280 unidades Em entrevista ao JAP1 na segunda-feira (30), o governador Waldez Góes comentou sobre a demanda por EPIs na rede pública e destacou a grande procura em meio à pandemia. “Esta é uma carência do sistema mundial de saúde. Ou por EPIs ou por leitos. Por outro lado, aqui no Amapá temos atuado fortemente. Temos muitos EPIs, macacões, máscaras, luvas e isso tudo estão sendo adotadas medidas de dialogar com o sistema”, destacou. O chefe do Executivo completou ainda que o repasse aos profissionais de saúde atende às demandas enviadas pelos diretores dos hospitais e unidades de atendimento. “Os governo apresentou a todos os diretores das unidades os equipamentos de proteção individual e discutir com eles ouvindo a base, os sindicatos, conselhos, para utilização e distribuição devida”, completou. Para ler mais notícias do estado, acesse o G1 Amapá.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree