-->

Ponte sobre a Lagoa dos Índios passa a ter 3 pistas com circulação em horários diferentes; entenda

08 Abril 2020

Estrutura sobre a Lagoa dos Índios foi adaptada para atender o fluxo de veículos entre a Zona Oeste de Macapá e o município de Santana. Trecho em funcionamento no
perímetro da ponte sobre a Lagoa dos Índios Philippe Gomes/Secom A 1ª etapa da obra sobre a ponte da Lagoa dos Índios, na Zona Oeste de Macapá, que focou no trecho sentido Santana-Macapá, está entregue. A partir dessa quarta-feira (8), os operários se voltam ao trecho contrário, na 2ª etapa da obra. Com isso, a parte da Rodovia Duca Serra já concluída foi dividida em três pistas de trânsito para receber o fluxo dos dois sentidos da via. Apenas a pista 2 (central) sofre alteração no sentido dependendo do horário. Veja abaixo: 6h às 12h: a pista 1 será destinada ao sentido Macapá-Santana. As pistas 2 e 3 ficarão à disposição do motorista que está indo na direção Santana-Macapá; 12h às 6h: as pistas 1 e 2 serão sentido Macapá-Santana, enquanto apenas a pista 3 recebe o fluxo contrário. Mapa dos horários da nova ponte sobre a Rodovia Duca Serra Secom/Divulgação A comandante do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE), tenente-coronel Heliane Braga, explica que a dinâmica foi estabelecida com base nas estatísticas da corporação. "Nós observamos que no horário das 6h às 12h ele [o trânsito] é mais intenso no sentido Santana-Macapá. Por essa razão, 2 pistas de rolamento foram destinadas à esse fluxo. Sendo que às 12h esse fluxo se inverte, porque a demanda maior é no sentido contrário", explicou. Ainda segundo Heliane, a corporação, junto com o Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), estarão orientando e fiscalizando o tráfego no período de adaptação. "Nesse período de adaptação tanto o BPRE quanto o BPTran estarão aqui para fazer esse controle e segurança de trânsito. Inclusive fiscalizando aqueles condutores que desrespeitarem as normas de tráfego", alertou a militar. As pistas, em funcionamento desde às 6h desta quarta-feira, também receberam sinalização do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AP), pavimentação e iluminação para facilitar o entendimento dos condutores sobre o novo fluxo, informou o governo estadual. Na 1ª etapa do serviço, o trânsito também sofreu interferência. De acordo com o secretário de Transportes do Amapá, Benedito Conceição, a 2ª etapa da obra será semelhante a anterior. A previsão é que seja entregue até o final de 2020. "Vai ser feito o mesmo serviço que foi feito na 1ª etapa. Vai ser construída outra ponte ao lado, com outra fundação, terraplanagem, pavimentação asfáltica, sinalização e iluminação pública. O nosso cronograma é que até o final do ano seja entregue", prevê. A construção da nova ponte ocorre desde janeiro de 2019, como parte do duplicamento da Rodovia Duca Serra, principal ligação da Zona Oeste com o Centro da capital. Operários trabalham em etapa de terraplanagem na primeira etapa da obra da ponte sobre a Lagoa dos Índios Jorge Júnior/Rede Amazônica Para ler mais notícias do estado, acesse o G1 Amapá.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree