-->

Covid-19: 3 municípios do Amapá aparecem entre as 10 maiores incidências de casos do país

26 Mai 2020

Levantamento do G1 foi feito com base nos dados das secretarias de Saúde. Laranjal do Jari também está entre os municípios com maior taxa de mortalidade. Teste rápido para
a Covid-19, em Laranjal do Jari, no Amapá Prefeitura de Laranjal do Jari/Divulgação Laranjal do Jari, no Sul do Amapá, e Serra do Navio e Pedra Branca do Amapari, na região Centro-Oeste do estado, aparecem entre os 10 municípios com maiores taxas de incidência de casos confirmados do novo coronavírus pelo país. Isso significa um alto índice de infectados diante da população. O levantamento foi feito pelo G1 com base nas informações divulgadas pelas secretarias estaduais de Saúde, com dados tabulados às 13h de segunda-feira (25). Foram consideradas somente as cidades com mais de 30 casos confirmados, conforme critério da Organização Mundial da Saúde (OMS). ENTENDA o que é lockdown LOCKDOWN: o que é permitido e o que é proibido AO VIVO: Veja as últimas notícias sobre o coronavírus no Amapá Laranjal do Jari e Pedra Branca fazem parte dos 4 municípios que notificaram mais infectados até segunda-feira. Juntos, eles reúnem 1.198 casos confirmados desde o início da pandemia. As prefeituras de ambos os municípios justificam os números com o uso dos testes rápidos para diagnóstico. Em Serra do Navio, o índice é de 2.316 a cada 100 mil habitantes; na mesma proporção, Laranjal do Jari registra 1.593 e Pedra Branca, 1.521. Laranjal do Jari Prefeitura montou barraca para fazer teste rápido para a Covid-19, em Laranjal do Jari, no Amapá Prefeitura de Laranjal do Jari/Divulgação No município que fica a 265 quilômetros de Macapá, o índice de incidência era de 1.593 casos confirmados a cada 100 mil habitantes. Em números absolutos, esse é o segundo município com mais infectados até o momento no Amapá: 931. Laranjal do Jari também aparece com a 13ª maior taxa de mortalidade do país: 52 mortos a cada 100 mil habitantes. “Como agora colapsou a questão dos exames, a gente preferiu fazer aquisição de testes rápidos. São quase 2 mil pessoas testadas, tanto com o teste rápido quanto o PCR [exame de escarro]. Antes, o médico fazia a avaliação do quadro clínico e já medicava antes de sair o resultado, até porque o exame saia em torno de 15 dias. Não tinha como esperar”, disse o secretário de saúde do município, Marcel Menezes. UBS Enf. Ruinaldo Nascimento é referência no atendimento de casos da Covid-19 em Laranjal do Jari, no Amapá Prefeitura de Laranjal do Jari/Divulgação Por lá, a orientação é buscar a Unidade Básica de Saúde (UBS) Enf. Ruinaldo Nascimento logo nos primeiros sintomas. Na segunda-feira, Laranjal do Jari tinha 931 casos confirmados e outros 956 suspeitos notificados. “Estamos testando todos os pacientes que passaram pela UBS. Quase 5 mil pessoas foram até a unidade de saúde, saíram com tratamentos que existe no protocolo terapêutico do governo do Estado, e agora eles retornam nessa tenda para fazer os exames porque precisa ter um período de sintomas para que o teste rápido identifique o anticorpo da doença”, afirmou Menezes. Governo do Amapá orienta cloroquina para pacientes com quadros leves da Covid-19; entenda o protocolo Centro Covid funciona na UPA de Laranjal do Jari, no Amapá André Rodrigues/Sesa/Divulgação O município possui leitos de UTI. As unidades ficam no Centro Covid – Laranjal do Jari – o quarto exclusivo para a doença no estado - que foi montado na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), com 5 leitos de UTI e 18 leitos clínicos. Pedra Branca do Amapari Escola Municipal de Música Prof. João Maria Dias de Moraes é referência para casos da Covid-19 em Pedra Branca do Amapari Prefeitura de Pedra Branca do Amapari/Divulgação A 183 quilômetros de Macapá, Pedra Branca utiliza, além dos testes rápidos, um tomógrafo para ajudar no diagnóstico precoce da Covid-19. A secretária de saúde do município, Cláudia Pimentel, também citou a morosidade no resultado dos exames de escarro e que por isso Pedra Branca teve que buscar alternativas para combater a proliferação do novo vírus. Ao sentir os primeiros sintomas, o morador é orientado a buscar a Escola Municipal de Música Prof. João Maria Dias de Moraes, onde foi montada uma estrutura para receber os casos. Para os moradores ao longo da rodovia Perimetral Norte, o centro de referência funciona na UBS Sete Ilhas. Tomografia é usada no diagnóstico da Covid-19 em Pedra Branca do Amapari, no Amapá Prefeitura de Pedra Branca do Amapari/Divulgação Se houver necessidade, o paciente é encaminhado ao Centro de Especialidades e Diagnóstico para realizar a tomografia do tórax, no bairro Açaizal, em Pedra Branca. “Nós tivemos nos últimos dias um acréscimo substancial no número de casos confirmados da doença. Nós atribuímos isso a dois motivos basicamente: primeiro porque as pessoas ainda insistem em sair de casa, apesar de um decreto mais restrito [...]; o segundo é porque estamos intensificando cada vez mais o diagnóstico precoce da doença”, disse a secretária. O paciente já recebe medicamentos com o terceiro dia de sintomas. “Nós estamos utilizando a tomografia também como diagnóstico, principalmente nos casos com sintomas respiratórios; e também os testes rápidos. Uma vez diagnosticado, esse paciente já recebe seu kit de tratamento para a Covid-19, de acordo com o protocolo, recebem visitas diárias dos profissionais de saúde para avaliar a evolução dos sintomas e também damos suporte a essas famílias com uma cesta básica”, acrescentou. Via de Pedra Branca do Amapari bloqueada durante o lockdown, na pandemia do novo coronavírus Prefeitura de Pedra Branca do Amapari/Divulgação Segundo a secretária, no município já foram realizados 1,3 mil testes rápidos, além das coletas para exame de escarro. Na segunda-feira, 267 moradores foram infectados pelo novo coronavírus; e 92 moradores eram considerados suspeitos. O índice era de 1.521 a cada 100 mil habitantes. “Nossa intenção é que realmente a gente tenha um cenário próximo da realidade. Isso norteia nossas ações, melhora a qualidade dos nossos serviços para que a gente possa enfrentar essa doença dentro da realidade”, falou. A retaguarda no município é a Unidade Mista de Saúde de Pedra Branca, que recebe os pacientes em crise, com sintoma moderado. Caso piore, ele é encaminhado para UTI em Macapá. Veja o plantão de últimas notícias do G1 Amapá Initial plugin text
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree