-->

Polícia Civil registra em 3 meses queda de 70% nos registros de furto e roubo no AP

02 Julho 2020

Balanço mostra redução de 76,9% nas ocorrências de furto e 73,4% nos crimes de roubo entre 20 de março e 17 de junho em comparação com o mesmo período
de 2019. Delegacia Geral de Polícia do Amapá Caio Coutinho/G1 Balanço da Polícia Civil do Amapá divulgado nesta quinta-feira (2) mostra queda de mais de 70% nas ocorrências de furto e roubo durante os primeiros três meses em que vigoram medidas de isolamento social no estado devido à pandemia do novo coronavírus. O levantamento, feito pelo Núcleo Setorial de Planejamento da corporação, indica redução de 76,9% nas ocorrências de furto e 73,4% nos crimes de roubo entre 20 de março e 17 de junho, em comparação com o mesmo período de 2019. Nos crimes de furto, houve cerca de 2,7 mil ocorrências a menos: 3.560 no ano passado e 821 em 2020. Em relação aos roubos, foram 3.053 em 2019 e 812 este ano; queda também maior que 2 mil registros. Uberlândio Gomes, delegado-geral de Polícia Civil John Pacheco/G1 Uberlândio Gomes, delegado-geral de Polícia Civil, explica que o isolamento social tem relação direta com a redução, porque dificultou a ação de infratores acostumados a agirem nas ruas e em casas sem a presença dos moradores. "Com o comércio fechado e, ainda, com a diminuição da circulação de pessoas nas ruas, o infrator tem reduzidas oportunidades para o cometimento do delito. Quanto aos furtos e roubos residenciais, as pessoas estão reclusas em seus lares e isso dificulta a ação do infrator, que costuma agir de forma sorrateira", justificou. Macapá, Santana, Laranjal do Jari, Porto Grande e Ferreira Gomes são municípios com maior índice de registro desses tipos de ocorrência. Veja o plantão de últimas notícias do G1 Amapá
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree