-->

Bolívia é o primeiro país a aderir a Cápsula Vanessa no tratamento do Covid-19

15 Mai 2020
Foto: Divulgação

O método de ventilação não invasiva atravessou a fronteira nesta quinta feira, dia 14 de maio. O grupo Samel e Instituto Transire levaram a “Cápsula Vanessa” para a cidade

de Cobija capital do departamento de Pando e da província de Nicolás Suárez na Bolívia.

A cidade é a primeira a nível internacional a receber a demonstração do protocolo médico que tem eficácia em 95% dos pacientes atendidos em Manaus no Hospital Samel e no Hospital de Campanha Municipal Gilberto Novaes no tratamento contra o novo coronavírus (covid-19).

De acordo com o Presidente do Grupo Samel Luis Alberto Nicolau, o tratamento é a melhor opção para tratar o vírus evitando a intubação orotraqueal e ainda a contaminação de profissionais da saúde e pacientes no ambiente hospitalar. “A cápsula cria uma pressão negativa por isso não contamina quem está próximo. É um grande equipamento de proteção individual (EPI), o que dá segurança aos médicos e enfermeiros para cuidar dos pacientes infectados”, explicou.

Além dos equipamentos a ação itinerante também levou treinamento para médicos e fisioterapeutas locais. O grupo Samel pretende continuar levando o tratamento sem fins lucrativos para todos os cantos do país e do mundo.

Comentarios

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree