-->

Amazon Prime Video anuncia produções nacionais para 2020

07 Dezembro 2019

O Amazon Prime Video está mesmo disposto a enfrentar a Netflix e já tomou algumas medidas para isso, especialmente no Brasil: depois de anunciar a redução do valor de sua assinatura

para R$ 9,90, o serviço de streaming já está criando conteúdo brasileiro e as primeiras produções nacionais estrearão no próximo ano, conforme foi revelado em São Paulo, nesta semana, na véspera do início da Comic Con, evento que reúne, em quatro dias, 280 mil fãs (ou seria melhor dizer devotos?) de cultura pop.

Com a presença de executivos da empresa, além de criadores e elenco das séries, foi revelado que, como já faz em países como Japão e França, a Prime Video pretende investir pesado em produções regionais: "O Brasil e esses outros países são sinônimos de conteúdos locais e por isso têm equipes nessas regiões. Já no Canadá e na Austrália, por exemplo, muita gente gosta de conteúdo dos Estados Unidos", afirmou James Farrell, head de desenvolvimento de conteúdo internacional do Prime Video.

Tudo ou Nada: Seleção Brasileira mostra os bastidores da equipe nacional

O serviço já está desenvolvendo seis atrações brasileiras, dos mais diversos estilos, incluindo documentários e realities, gênero que costuma fazer muito sucesso no país, como observaram os executivos do Prime Video. O reality que deve criar algumas polêmicas é Soltos em Floripa, cujas primeiras imagens fizeram muita gente se lembrar de De Férias com o Ex, da MTV.

A série reúne oito jovens de diversos estados na cidade de Florianópolis para uma jornada cheia de festas, relacionamentos e dramas. Confirmada para estrear no início de 2020, a série contará com um painel de celebridades que a cada novo episódio comentará sobre os acontecimentos da série. As reações destes famosos, como Pabllo Vittar, serão mostradas ao longo dos episódios. As outras celebridades que integram o painel serão reveladas em breve. A cantora, que já assistiu aos episódios, disse que ficou impressionada com as tretas e "bafões" que acontecem no programa.

Policial

Além de Soltos em Floripa, há uma outra produção que já está em estágio bem avançado e está sendo gravada: a série Dom, sobre um caso que impressionou o país na década de 1990, quando um jovem de classe média alta que, para sustentar seu vício em cocaína, liderava assaltos a prédios residenciais de luxo no Rio de Janeiro e, mais tarde, terminaria morto em uma perseguição policial. O detalhe mais impressionante: Pedro, conhecido como Dom, era filho de Victor, um agente da inteligência militar que enfrentou a guerra as drogas e acompanhou de perto a chegada da cocaína ao Rio de Janeiro, na década de 1980.

A direção é do talentoso Breno Silveira, que se tornou conhecido pelo sensível filme Dois Filhos de Francisco (2005), que contava a história da dupla Zezé di Camargo & Luciano e levou quase cinco milhões de pessoas aos cinemas. No elenco da série que deve estrear em 2020, estão Gabriel Leone (o Miguel da novela Velho Chico) e Flavio Tolezani (o Raimundo dos Reis de Verão 90). No elenco, há ainda a presença de, ao menos, dois baianos: Laila Garin e Fábio Lago.

Gabriel Leone vive Dom na série de Breno Silveira

Breno ressaltou a importância de um investimento como o da Amazon num momento em que há uma série de dúvidas sobre o futuro do audiovisual brasileiro, já que o governo federal não tem uma política voltada para o setor. O diretor destacou ainda seu interesse por histórias reais: "Sempre gosto de histórias reais, foi assim com Dois Filhos, Gonzaga (filme sobre Luiz Gonzaga e Gonzaguinha), Um Contra Todos (série da Fox)... Esta história me surpreendeu, quando a conheci há dez anos".

Drogas

O diretor conheceu a história de Dom por meio do próprio pai do jovem, Victor, que o procurou para sugerir um filme sobre o caso. "O filho dele acabou sendo tomado pelas drogas, ele tinha um vício absurdo pela adrenalina. E a gente vai ver a loucura e a falta de medo do Dom. Para se ter uma ideia, num dia ele cometia um assalto e no outro mandava flores. Ele era completamente louco. Adorava assaltar e no dia seguinte tomar uma cerveja na frente da delegacia", observa Breno.

Victor morreu cerca de um mês após uma reunião com os escritores da série, lembra Breno. "Ele fumava e dizia: 'é tão hipócrita essa guera contra a cocaína e as drogas, que eu tô morrendo por causa de uma droga que é lícita, o cigarro'. E ele morreu de câncer". Na época, Victor revelou-se feliz com a produção da história porque, segundo ele, poderia ajudar a salvar algumas famílias brasileiras.

Na festa de lançamento, a Amazon fez questão de ressaltar a diversidade que marca suas produções, com ênfase em séries como Setembro e L.OV3. A primeira conta a história de uma mulher trans que, após muitos anos de conflito, se depara com a chegada de um filho que ela teve com outra mulher sete anos atrás. A autoria é da argentina Josefina Trotta e da brasileira Alice Marcone, roteirista e atriz transgênero.

Diversidade

Josefina, que lidera a equipe de escritores defende a diversidade inclusive dentro da equipe de criação: "Eu sempre acho que a sala de roteiros é o lugar da diversidade. Além da temática da série, acho importante trazer olhares diferentes. Nesse processo, encontramos a Alice Marcone e o Marcelo Montenegro. A nossa sala é formada por paulista, mineiro, argentina, homens, mulheres, cis... Acho que isso foi importante para criar a série".

L.OV3 acompanha os irmãos Ana, Sofia e Beto enquanto exploram as diferentes formas de relacionamentos, amor e intimidade depois de testemunhar o fim de 30 anos de casamento fracassado de seus pais.

Foi anunciada também a série documental Tudo ou Nada: Seleção Brasileira, que mostra os bastidores da conquista da Copa América 2019 pela equipe nacional. No teaser exibido, há depoimentos de jogadores que participaram da competição, como Daniel Alves, Casemiro e Arthur, além das palestras que o técnico Tite promovia para os atletas. Outro projeto tem a participação de Marcelo D2 e contará a história de mães que moram nas favelas brasileiras e seus desafios diários para criar os filhos.

*o repórter viajou a convite da Amazon Prime Video

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree