-->

Novo Peugeot 208, produzido na Argentina, chega ao Brasil em 2020

07 Dezembro 2019

(Foto: Peugeot/Divulgação)

A Peugeot confirmou que a segunda geração do 208 será produzida na Argentina e chegará ao Brasil em 2020. Assim, o hatch deixará a fábrica de Porto Real, no

interior do Rio de Janeiro, para ser montado em El Palomar, região metropolitana de Buenos Aires, onde atualmente é fabricado o Citroën C4 Lounge. Dessa forma, a unidade brasileira se tornará um polo de produção de SUVs da PSA Peugeot Citroën na América Latina.

Além do C4 Cactus e do 2008, será a responsável pela produção do SUV menor da Peugeot, que deve ser batizado de 1008. Uma das novidades do novo Peugeot 208 é a estreia do motor 1.2 três cilindros turbinado. Na Europa, esse motor rende 130 cv de potência. Se for confirmado a potência na versão nacional, ele será mais potente que os principais rivais: Chevrolet Onix (116 cv), Hyundai HB20 (120 cv) e Volkswagen Polo (128 cv).

Atualizado, o Peugeot 208 adotou as mesmas linhas do 3008 no interior
(Foto: Peugeot/Divulgação)

O hatch cresceu e irá disputar com o VW Polo e a nova geração do Chevrolet Onix
(Foto: Peugeot/Divulgação)

Balanço de novembro
Em novembro, 230.923 unidades de automóveis e comerciais leves foram licenciadas no país, alta de 4,4% sobre novembro de 2018, mas retração de 4,2% em relação a outubro deste ano. Para a Fenabrave, associação dos concessionários, os efeitos são do feriado da Proclamação da República e, principalmente, do Dia da Consciência Negra, que não foi nacional, mas atingiu grandes cidades e prejudicou as vendas. Ainda assim, a média diária de vendas cresceu 10% em novembro, com relação a outubro, confirmando a estabilidade, mesmo com três dias úteis a menos. Foram 23 dias em outubro, contra 20 dias em novembro.

Divisão por marcas
A Chevrolet manteve a maior participação (17,91%) nas vendas de automóveis e comerciais leves em novembro. A Volkswagen ficou em segundo lugar (16,14%) e a Fiat (14,14%) em teceiro. A Renault ficou com a quarta posição (9,21%) e a Ford (8,33%) com a quinta. Da sexta à décima ficaram: Toyota (7,93%), Hyundai (7,08%), Jeep (4,96%), Honda (4,66%) e Nissan (3,56%).

Quem comprou
Em novembro as vendas no varejo somaram 50,49% e as diretas chegaram a 49,51%. Essa última modalidade de comercialização pode ser originada a partir de vendas corporativas, nas quais a montadora negocia, diretamente, com grandes clientes, como frotistas e/ou locadoras, assim como em operações realizadas nas concessionárias como, por exemplo, vendas feitas para taxistas, produtores rurais, PCD (Pessoas com Deficiência), entre outros.

Modelos mais vendidos
Na disputa entre os automóveis e comerciais leves, o Chevrolet Onix manteve a liderança com 19.184 emplacamentos em novembro. O Ford Ka, que é produzido na Bahia, ficou em segundo lugar (8.968 unidades) e o Fiat Argo em terceiro (8.270). Outro Chevrolet ficou com a quarta colocação, a configuração sedã do Onix (8.092). O Hyundai HB20, que é o terceiro no acumulado do ano, caiu para a quinta posição (8.050) no mês passado. Do sexto ao décimo ficaram: Volkswagen Polo (7.168), VW Gol (6.573), Fiat Strada (6.412), Fiat Toro (6.281) e VW T-Cross (6.256) - que liderou entre os utilitários esportivos.

O VW T-Cross teve seu melhor mês e liderou o mercado de utilitários esportivos
(Foto: Marina Silva/CORREIO)

Mercado baiano
No estado, o Chevrolet Onix foi o líder com 539 licenciamentos no último mês. A segunda posição ficou com a Fiat Strada (412) e a terceira com o Ford Ka (353). O quarto colocado foi o Hyundai HB20 (342) e o quinto a Fiat Toro (305). Da sexta à décima posição ficaram: Renault Kwid (269), Chevrolet Onix Plus (249), Toyota Corolla (223), Fiat Argo (211) e Hyundai Creta (207). A Volkswagen não conseguiu destaque e a melhor posição foi do Gol, que somou 162 emplacamentos, 14º lugar.

A Fiat Strada ficou com a segunda posição na Bahia
(Foto: Marina Silva/CORREIO)

Grande Final
Neste sábado (7) e domingo (8) a Copa HB20 vai realizar as duas provas finais do campeonato no Autódromo de Interlagos, São Paulo. Os HB20 preparados para competição são exatamente iguais, mas os pilotos são divididos em duas categorias: Pro e Super. Mais de 30 carros compõem o grid.

A Copa HB20 estreou nas pistas este ano
(Foto: Divulgação)

Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 322 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree