-->

Réveillon: hotéis na orla de Salvador já contam com 90% dos leitos reservados

11 Dezembro 2019

São menos de 20 dias até que a Arena Daniela Mercury, na orla da Boca do Rio, esteja cheia de baianos e turistas curtindo mais uma edição do Festival Virada Salvador,

promovido pela prefeitura da capital. Para a festa, que acontece de 28 de dezembro a 1º de janeiro de 2020, com estimativa de público de dois milhões de pessoas nos cinco dias de evento, muitos hotéis da capital já estão cheios para o período. Todas as áreas da cidade estão com mais de 70% dos leitos ocupados.

O dado é da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Estado da Bahia (ABIH-BA). Segundo a entidade, os hotéis na orla da cidade, e também os localizados no bairro de Itapuã, são os que estão mais perto de completar as reservas. Hoje, os empreendimentos nessas regiões já contam com 90% dos leitos reservados para o período da festa.

Logo atrás deles, estão os hotéis situados nos bairros da Barra, Ondina e Rio Vermelho que têm, em média, 80% da sua ocupação garantida. Regiões como Centro Histórico, Campo Grande e a Avenida Tancredo Neves já alcançam os 70% e completam a lista das áreas mais procuradas.

Para o presidente eleito da ABIH, Luciano Lopes, o movimento não é uma surpresa. “Salvador tem se consolidado como destino para o Réveillon e já consegue brigar com destinos como São Paulo e Rio, que tem festas tradicionais. Nosso Réveillon já entrou para o calendário oficial de festas e isso já cria um público que vem especialmente para isso”, comenta Luciano. Ele diz ainda que a entidade espera alcançar 100% de ocupação da rede hoteleira para a festa.

Igual a Carnaval
Quem já está com a casa cheia para o período de festas conta que o movimento de quem quer garantir hospedagem para curtir o período começa cedo. Um dos hotéis lotados é o The Hotel, na Barra. “O movimento para o Réveillon tem ficado parecido com o Carnaval. Como trabalho com as tarifas definidas com um ano de antecedência, quando o ano vira, já tem gente reservando para a festa do ano seguinte”, conta Leonardo Berlim, gerente geral do estabelecimento.

Leonardo Berlim, no The Hotel (Foto: Arisson Marinho/ CORREIO)

No The Hotel, os 100% de ocupação foram atingidos ainda no início do mês de novembro. Apesar do sucesso, o movimento foi um pouco mais lento do que no ano anterior. “Geralmente o movimento cresce quando a grade de atrações é divulgada. Neste ano, ainda demorou uns dias depois do anúncio para lotar”, conta Berlim.

O palco da Virada receberá mais de 70 horas de música com Anitta, Claudia Leitte, Iza, Gusttavo Lima, Ivete Sangalo (que fará a contagem regressiva) e Daniela Mercury.

No caso do The Hotel, os hóspedes se dividem em quem vem curtir o Festival Virada e quem passa por Salvador para curtir festas no litoral, em pontos turísticos como Morro de São Paulo.

Entre os hotéis do Centro de Salvador, o Fera Palace, na Rua Chile, está com 70% dos leitos reservados e aposta, principalmente, em turistas internacionais que buscam uma experiência diferente. “O Fera está localizado em uma área turística que está em voga novamente e vem se consolidando ano a ano. O Réveillon é também um indicador desse sucesso para nós”, explica o diretor da unidade Paulo Marques, que destaca que o hotel decidiu investir em uma festa própria este ano, para atrair, inclusive, soteropolitanos.

Outro dos hotéis com ocupação máxima, o Monte Pascoal, na Barra, também comemora o sucesso das reservas. No hotel, localizado na Avenida Oceânica, as reservas para o período da virada começam a surgir com mais de seis meses de antecedência, entre os meses de abril e junho. “No ano passado, lotamos mais rápido. Este ano, até a semana passada, ainda tínhamos quartos disponíveis. Agora, não mais”, conta Maurício Lemos, responsável pelo Monte Pascoal.

Mauricio Lemos, no Monte Pascoal (Foto: Arisson Marinho/ CORREIO)

A consolidação do festival como uma das principais atrações na virada do país foi um trabalho construído ao longo dos sete anos desde que a festa começou a acontecer nos moldes em que ficou conhecida. Para este ano, novas estratégias foram testadas para manter a crescente.

“É um conjunto de fatores que coloca Salvador, de fato, na prateleira dos destinos mais procurados. Este ano, por exemplo, nesse momento em que se aproxima a tomada de decisão de quem vai viajar, lançamos o festival em São Paulo que é o principal emissor de turistas para Salvador”, comenta o secretário de Cultura e Turismo de Salvador, Claudio Tinoco.

“Vai ser o fim de ano mais aquecido da história da cidade, que hoje é o destino mais procurado do Brasil para a virada. É claro que o evento que a gente estruturou permitiu que isso se tornasse realidade. Nós construímos um produto que hoje movimenta fortemente a economia, que gera empregos. A gente fica feliz com a ocupação da rede hoteleira, com o aumento do ticket médio. Estamos muito confiantes de que será a maior virada do Brasil”, acredita o prefeito ACM Neto.

Reforço na chegada
Os turistas que decidirem vir a Salvador para curtir a virada poderão contar com um incremento nas principais formas de entrada na cidade. Operações especiais, com adição de horários extras, estão sendo montadas no aeroporto, na rodoviária e no sistema ferry-boat.

Na rodoviária, serão 750 horários extras até a terça-feira, 31 de dezembro. No período dos festejos natalinos, a previsão é de movimento intenso entre os dias 17 e 25 deste mês, quando serão ofertados 600 horários extras para atender o embarque estimado de 145 mil passageiros.

Já para o período de Réveillon, a expectativa de movimento intenso acontece entre os dias 26 e 31 deste mês, quando aproximadamente 65 mil passageiros devem passar pelo terminal rodoviário, tendo a disposição 150 horários extras ofertados pelas empresas de ônibus. Estão mantidos os 540 horários diários.

De acordo com a Secretaria Estadual de Turismo, somadas as médias previstas para os aeroportos dos grandes municípios turísticos, como Salvador, Porto Seguro e Ilhéus, o número de desembarques, entre frequências regulares e extras, ultrapassa os 14 mil na alta temporada. Entre os destinos mais procurados estão Chapada Diamantina, Lençóis, Irecê, Xique-Xique, Barreiras, Vitória da Conquista, Juazeiro, e cidades do litoral sul, como Itacaré, Ilhéus e Porto Seguro.

Os detalhes da operação no ferry-boat serão divulgados nos próximos dias.

*Com supervisão do chefe de reportagem Jorge Gauthier


Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 889 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree