Imprimir esta página
-->

Após discurso nazista, Rodrigo Maia pede demissão de secretário da Cultura

17 Janeiro 2020

Após o secretário Roberto Alvim fazer um pronunciamento no qual utiliza estética e discurso nazista (clique aqui e saiba mais), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia

(DEM-RJ) pediu o afastamento do titular da Secretaria Especial da Cultura do governo federal.

“O secretário da Cultura passou de todos os limites. É inaceitável. O governo brasileiro deveria afastá-lo urgente do cargo”, escreveu Maia em suas redes sociais, junto a uma matéria sobre o discurso de Alvim.

O presidente da Câmara não foi o único a expressar repúdio pelas declarações do secretário. No meio político, as críticas vieram de vários espectros, de esquerda à direita liberal, com manifestações de siglas como Psol, movimento Livres, Novo e PSDB, além de Lula (PT).

PSOL 50

@psol50

Na Alemanha, Roberto Alvim estaria preso. Aqui, é secretário da cultura de Bolsonaro.

Usar retórica nazista e discurso de Goebbels pode parecer patético, mas na verdade é perigoso e violento. Não normalizemos os absurdos dessa escória que hoje governa o Brasil.

260 pessoas estão falando sobre isso
LIVRES@EuSouLivres

Roberto Alvim precisa ser demitido hoje.

Parafrasear ministro nazista em ato oficial de governo é abominável, ultrajante e envergonha a todos os brasileiros.

Não há outra possibilidade.

512 pessoas estão falando sobre isso
PSDB

@PSDBoficial

Como brasileiro, fruto de um dos povos mais miscigenados do mundo, pode pagar de nazista?

O governo Bolsonaro tem duas opções:
1) Demitir o secretário Alvim
2) Ficar com o rótulo de nazista.https://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2020/01/em-video-alvim-cita-goebbels-e-provoca-onda-de-repudio-nas-redes-sociais.shtml 

Em vídeo, Alvim parafraseia Goebbels e provoca onda de repúdio nas redes sociais – 17/01/2020 -…

Frase, estética e trilha sonora usadas no pronunciamento levam internautas a comparar divulgação com propaganda nazista

folha.uol.com.br

34 pessoas estão falando sobre isso

O presidente da Câmara não foi o único a expressar repúdio pelas declarações do secretário. No meio político, as críticas vieram de vários espectros, de esquerda à direita liberal.

Lula

@LulaOficial

Cultura é vida, não morte. Veja a diferença do discurso de Lula sobre cultura, feito no Rio de Janeiro em dezembro. https://revistaforum.com.br/politica/video-lula-diz-que-como-na-alemanha-nazista-bolsonaro-quer-destruir-o-brasil-comecando-pela-cultura/ 

Vídeo: Lula diz que, “como na Alemanha nazista”, Bolsonaro quer destruir o Brasil começando pela…

“Cultura é vida, e o atual governo vive de promover a morte. Cultura é libertação, e o Bolsonaro é contra todas as formas de liberdade, inclusive de pensamento e de expressão”, disse Lula em ato com…

revistaforum.com.br

706 pessoas estão falando sobre isso
Marcel van Hattem

@marcelvanhattem

Fala de Roberto Alvim é absurda, nauseante: o Estado não define o que é e o que não é cultura! Já um governo define quem dele faz e quem dele não faz parte. Quem recita Goebbels e faz pronunciamento totalitário não pode servir a governo nenhum no Brasil e deve ser demitido. Já!

848 pessoas estão falando sobre isso

Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree