-->

Mesmo com prova mantida, candidatos temem cancelamento de concurso da PM

18 Janeiro 2020

Apesar das provas do concurso da Polícia Militar estarem mantidas, a decisão da desembargadora Dinalva Gomes Laranjeira Pimentel, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), de suspender o certame após

a realização dos testes objetivos e discursivos veio como uma surpresa para os concurseiros, já que as provas acontecem neste domingo (19). Os estudantes entendem que essa não é a hora de perder o foco, mas assumem que é difícil não ficar aflito com a notícia.

Para quem tem o sonho de ser policial militar e estuda muito para o concurso, a véspera da prova já é um dia de ansiedade. Com a possibilidade de etapas futuras do certame serem canceladas, o estudante de enfermagem Michael Pereira, 23 anos, se esforça para se manter confiante.

“Já estou estudando há três anos porque eu sempre quis seguir carreira militar. Eu até consigo controlar a ansiedade, mas a notícia atrapalha um pouco. Eu estudei muito para a prova e a falta segurança atrapalha porque eu botei muita expectativa para a prova, mas pode ser que não dê certo, devido à decisão e eu tenha que fazer de novo”, conta.

Michael sonha com a carreira militar desde que era criança (Marina Hortélio/CORREIO)

A estudante de História, Milena Sales, 22, quer enveredar pela carreira militar por saber o papel que a profissão tem na manutenção da ordem pública e da prevenção de crimes. Neste domingo, ela vai prestar a segunda prova para o concurso e reflete se a decisão pode atrapalhar o seu caminho.

“Minha prova é amanhã e eu tenho bloqueado qualquer tipo de informação que venha a prejudicar o momento, mas é algo que preocupa, sim. Se der certo, é algo que realmente pode tardar o meu adentramento efetivo”, diz.

Mesmo com o medo, ela compreende que a ação tem uma papel importante na luta pela igualdade de direitos. Por isso, acredita que era necessária.“Como mulher, me sinto confortável por essa luta, porque a suspensão vem através da requisição da desembargadora de solicitar que sejam assegurados os direitos fundamentais das mulheres. O concurso não assegura a efetividade da igualdade de gênero”, aponta.

Ao ler sobre a decisão, Geisa Soares, 29, logo pensou em tudo que teve que abrir mão para se preparar para o certame, que é o primeiro realizado por ela. “Eu pensei que ia cancelar e pensei em todo o investimento e abdicação que eu fiz. Ter essa notícia na véspera é duro porque fico na incerteza se depois se vai ser cancelado ou não, mas acho que é necessário manter o pensamento e seguir firme na preparação”, conta.

O professor de Língua Portuguesa do AlfaCon, Alexandre Soares, acredita que o estudante que está focado pode até ficar ansioso com a notícia, mas não se prende muito à notícia. “Acredito que o estudante tem que se preocupar em passar para depois ver o que vai acontecer”, afirma. O educador ainda ressalta que é possível que problemas futuros ocorram.

O professor de Raciocínio Lógico Matemático e Coordenador Pedagógico do AlfaCon, Daniel Lustosa, acredita que a suspensão deve cair. “O edital é a regra do concurso. O edital aponta o que deve ser feito e se isso não fere nenhum princípio constitucional não vai acontecer nada. O estudante tem que continuar a se preparar para todas as etapas”, informa.

Milena Sales faz exercícios físicos para driblar a ansiedade (Marina Hortélio/CORREIO)

A ansiedade é difícil de controlar porque as provas representam o dia de testar tudo que se estudou. Milena compreende que a ansiedade é natural, mas conta que tem estratégias para manter a calma, uma delas é fazer exercícios.

Neste sábado (18), concurseiros reservaram o dia para participar da “Super Revisão” do AlfaCon. Para os estudantes esta é uma oportunidade de ganhar confiança para fazer a prova.

“Aqui estamos com um dos melhores cursos do Brasil, mas vale a pena se cansar para fazer a prova. nesa hora toda orientação é válida, especialmente, de quem entende do concurso. Tanto que fiquei sabendo da revisão e vim de Irecê para estar aqui hoje. A revisão dá mais confiança e motivação”, comenta Michael.

Dicas para o concurso

Ordem das questões - em meio a ansiedade, o ideal é começar pelas questões que o estudante tem mais domínio para fazer de forma mais fácil e depois ir para as outras com mais tranquilidade. Isso gera uma segurança maior.

Alimentação - o candidato não deve comer alimentos muito calóricos ou que podem dar problemas estomacais. A dica é tomar um café da manhã leve, mas que dé uma satisfaçaõ durante o teste.

Revisão - antes da prova, rever os pontos principais dá mais tranquilidade sobre o que já estudou. Com a memória de tiro curto, também é possível lembrar do que foi revisado de hoje para amanhã. Para revisar, o indicado é priorizar as matérias específicas porque elas têm um peso maior e dá uma nota mais alta, mas não tem como esquecer do resto.

Tempo - O estudante precisa perceber o tempo que leva para fazer uma questão. Se o candidato estiver demorando muito, o ideal é pular para a próxima pergunta. Tanto a redação como as questões mais difíceis devem ser deixadas para o fim, quando o candidato tiver mais tempo sobrando.

Sobre o concurso da PM
O quantitativo de vagas para 2020 será distribuído entre as regiões de Salvador, Alagoinhas, Barreiras, Feira de Santana, Ilhéus, Itaberaba, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Paulo Afonso, Porto Seguro, Teixeira de Freitas, Vitória da Conquista e Santo Antônio de Jesus. Destas, 1 mil vagas são para soldado da PM e as outras 250 para o Corpo de Bombeiros.

As provas objetivas e discussivas ocorrem neste domingo (19), das 9h15 às 14h15. Os portões serão abertos às 8h e os candidatos apenas podem entrar no local de prova até às 9h.

O último concurso público para as duas corporações, realizado em 2017, ofertou 2.750 vagas e teve 3.438 candidatos aptos ao término das provas objetiva e discursiva.

*Com orintação da subeditora Amanda Palma


Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 6617 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree