Imprimir esta página
-->

Bruno Pivetti avalia amistoso e comemora desempenho do Vitória

19 Janeiro 2020

O amistoso contra o Bahia de Feira, neste sábado (18), no Barradão, foi apenas o primeiro teste do Vitória na temporada 2020, mas o triunfo por 2x0 sobre o time

do interior deixou boa impressão para o torcedor que esteve no Barradão, e também ao auxiliar Bruno Pivetti, responsável por comandar o grupo durante a pré-temporada por conta da ausência do técnico Geninho, de licença para um procedimento médico.

Após o amistoso, Bruno Pivetti avaliou o desempenho do elenco rubro-negro e afirmou que o grupo conseguiu assimilar bem o que foi passado durante a preparação na Toca do Leão.

"Eu considero a estreia proveitosa, os jogadores assimilaram bem a ideia passada durante a pré-temporada. O mérito é do grupo todo, temos um grupo bem homogêneo, com peças interessantes em todos os setores e esse jogo significou para mim o potencial que esse time tem e que ele pode ir longe em todas as competições que vamos disputar durante o ano. Temos uma temporada longa, muitos percalços, mas esse grupo demonstrou que tem capacidade de ultrapassar os obstáculos e superar os desafios que foram propostos", analisou o auxiliar.

Durante a partida contra o Bahia de Feira, o Vitória usou praticamente um time em cada tempo. De acordo com Pivetti, a ideia era dar ritmo para todos os atletas para que eles possam estar em condições de entrar em campo contra o Fortaleza, no próximo sábado (25), às 16h, no Barradão, na estreia do grupo principal na Copa do Nordeste.

"Hoje nós queríamos dar 60 minutos para alguns jogadores e 30 para outros para rodar todo mundo e entregá-los ao Geninho na segunda-feira com um volume de jogo interessante para que o Geninho possa tomar as melhores decisões sobre a escalação para o jogo contra o Fortaleza. Era importante dar ritmo e a gente percebeu que esse ritmo não caiu", explicou.

Diante do Fortaleza, quem estará na beira do campo vai ser o técnico Geninho. Ele assume a equipe nesta segunda-feira (20). Apesar do tempo longe, Bruno Pivetti afirma que tem trocado informações com o treinador e que a decisão final na escalação será do comandante.

"As conversas com Geninho são constantes, nós temos uma sintonia de trabalho e relação muito boa e nos falamos quase todos os dias para trocar informações. O meu trabalho na pré-temporada foi colocar algumas ideias de jogo para que o grupo assimilasse e facilitasse o processo de tomada de decisão de Geninho. No final é ele que escala, que seleciona, claro que sempre amparado pelas nossas informações e opiniões. Acredito que hoje ele tem bons requisitos para fazer a melhor escalação para o jogo contra o Fortaleza", finalizou.

Relacionadas

Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree