-->

Prédio de quatro andares desaba em Narandiba; veja vídeo

23 Janeiro 2020

Foto: Reprodução

Um prédio de quatro andares desabou no início da tarde desta quinta-feira (23) no bairro de Narandiba, em Salvador. Na semana passada, a Defesa Civil havia condenado o

imóvel que possuía 4 pavimentos. Não houve feridos.

O acidente aconteceu numa localidade próxima à estação do metrô do Imbuí, lado oposto à sede da Coelba, por volta das 12h. Segundo o diretor da Defesa Civil Sosthenes Macedo, houve uma ruptura da estrutura. “Nossa equipe esteve no local e notificou vários imóveis. Condenou todos eles. Graça a Deus não houve vítimas. Nossas esquipes estão no local para avaliar a situação”, diz Macedo.

Outros imóveis ainda correm risco de desabamento. "É necessário que os moradores deixem esses imóveis, pois o risco de acidente é grande", explicava Macedo.

Chuviscava no momento do acidente. Houve um ruído muito alto quando o prédio começou a tombar. "Foi um barulho assustador mesmo. Eu estava na garagem quando minha filha me ligou. Ela percebeu o barulho e quando foi olhar da varanda, o prédio ficou inclinado. Depois ele desabou", diz Anderson Carvalho, que mora a cerca de 100 metros de distância do prédio. De casa, ele vê a movimentação de Samu e Codesal. "Conhecimento não tinha (da irregularidade), mas dá para ver que são construções claramente irregulares", afirma.

Assista no vídeo de Anderson:

Equipes do Corpo de Bombeiros estão no local. “Estamos com uma viatura de busca e salvamento e uma ambulância de primeiros socorros”, disse o tenente do Corpo de Bombeiros Osvaldo Lima.

A chuva aumentou após o desabamento. Segundo a Codesal, segue para as próximas 24h a previsão de chuvas fracas a moderadas, podendo ser fortes em áreas isoladas. Essas chuvas estão associadas ao sistema de baixa pressão que pode ocasionar riscos de deslizamentos de terra.

Por meio de nota, a prefeitura informou que a Codesal isolou a área do prédio que desabou e que o que sobrou do imóvel será demolido pela Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), conforme solicitação da Defesa Civil.

Acrescentou ainda que a informação inicial é que as pessoas que moravam no imóvel eram locatários, já que o prédio pertencia a um particular que alugava os apartamentos, e que o imóvel estava condenado. "No último dia 20, o imóvel já havia sido condenado pela Codesal, pois apresentava patologias como fissuras e oxidação de armaduras, com risco alto de desabamento. Por conta disso, o órgão determinou a evacuação do prédio, que pertence a um particular".


Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 10048 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree