-->

Sobe para 25 o número de mortos por coronavírus, diz agência estatal

23 Janeiro 2020

O número de mortes devido às infecções por coronavírus na China aumentou para 25, com 835 casos confirmados, segundo informações da agência estatal do país CGTN divulgadas na noite desta quinta-feira

(23). As informações são do G1. Ainda de acordo com o portal, o Ministro da Saúde do Japão confirmou o segundo caso – um homem de 40 anos de Wuhan, cidade mais afetada, que visitava Tóquio.

Mais cedo, neste mesmo dia, a China havia atualizado o número de vítimas para 18, com mais de 600 casos. O país suspendeu a circulação de trens em ao menos três cidades da província de Hubei para tentar conter uma epidemia de coronavírus. A medida foi tomada nesta quinta-feira (23) nos municípios de Huanggang, onde vivem 7,5 milhões de habitantes, e Ezhou, com cerca de 1 milhão de moradores.

Em Huanggang a circulação de trens de longa distância que partem ou chegam à cidade foi interrompida. A medida vale até o final desta quinta e poderá estendida pelas autoridades locais. Do outro lado do rio Yangtzé está a cidade de Ezhou, que também amanheceu com a estação central de trens fechada.

(Reprodução/TV Globo)
(Reprodução/TV Globo)

Segundo o jornal New York Times, a medida afeta ainda duas cidades menores, Chibi e Zhijiang. Antes, o governo chinês já havia adotado medidas para isolar Wuhan, onde começou o surto da doença.

O governo da capital chinesa decidiu cancelar as festas populares que estavam previstas para a celebração do Ano Novo chinês que começariam na sexta-feira (25) como medida de proteção diante do alto número de casos. Todos os anos, milhares de habitantes de Pequim se espalham por parques e espaços públicos para assistir aos tradicionais bailes do leão e do dragão.

Ainda segundo o G1, a Organização Mundial de Saúde (OMS) emitiu o primeiro alerta da doença em 31 de dezembro de 2019, depois que as autoridades chinesas notificaram casos de uma misteriosa pneumonia na cidade de Wuhan. Foram, então, adotadas medidas como isolamento de pacientes e realização de exames para identificar a origem da doença.

Ministério descarta casos brasileiros
O Ministério da Saúde afirmou que está em alerta para o risco de transmissão do coronavírus no Brasil. De acordo com a pasta, o nível de alerta é 1 (inicial), em uma escala que vai de 1 a 3. O nível mais elevado é ativado quando são confirmados casos transmitidos em solo nacional. Julio Henrique Rosa Croda, secretário substituto de Vigilância em Saúde, afirmou que cinco casos suspeitos da doença no Brasil foram descartados.


Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree