-->

Prefeitura inaugura sala de imprensa do Carnaval de Salvador

20 Fevereiro 2020

O prefeito de Salvador, ACM Neto, inaugurou, na manhã desta quinta-feira (20), a Sala de Imprensa Oficial do Carnaval. O espaço, que leva o nome do jornalista José Raimundo, fica na

Praça Dois de Julho, no Campo Grande, próximo ao Camarote Oficial da Prefeitura.

A inauguração do espaço contou com a presença do homenageado, que fez sua primeira cobertura do Carnaval de Salvador em 1979. Atual apresentador do programa Bahia Rural, na TV Bahia, José Raimundo Carneiro de Oliveira, de 65 anos, ficou famoso nacionalmente por contar histórias pelo interior baiano. Com 42 anos de jornalismo, o profissional agradeceu à homenagem da prefeitura.

“Eu que agradecer ao prefeito ACM Neto de ter a honra de ter sido escolhido para dar nome a sala de imprensa. Estou feliz e muito lisonjeado. É um momento único na minha carreira. Eu não imaginava que poderia ter este reconhecimento. E eu fico muito feliz em ter sido nesta gestão”, disse o jornalista.

Durante a cerimônia, o prefeito ACM Neto ressaltou a importância do profissional de imprensa para o Carnaval de Salvador: “A cobertura que é feita pelos diversos veículos de comunicação é importante e essencial para a nossa cidade. Ela justifica ainda mais o investimento que o poder público realiza para que a festa aconteça, com a estrutura que tem e com o alcance que tem. Em nome de Zé Raimundo, nós trazemos homenagem a cada profissional da imprensa”, ressaltou.

(Foto: Max Haack/Secom)

O espaço fica localizado próximo ao Camarote Oficial da Prefeitura e oferecerá apoio para os 2,5 mil profissionais de imprensa que foram credenciados pela Secretaria de Comunicação (Secom) e que atuarão nos dias de folia. O espaço conta com mesas, computadores com acesso à internet e um espaço reservado para coletivas de imprensa. O horário de funcionamento será das 8h às 22h, de sexta-feira (21) até terça-feira (25).

Inicío da carreira
José Raimundo contou que a escolha pela carreira jornalística foi uma vocação natural, já que não teve qualquer membro da família atuando na área – o pai, por exemplo, era marceneiro - nem qualquer influência de uma outra pessoa na profissão. “Sempre gostei de escrever, falar no microfone, em Riachão do Jacuípe já fazia serviço de alto-falante. Talvez tenha nascido com essa vocação mesmo”.

Na segunda metade da década de 1970, já em Salvador, trabalhava como caixa no Banco do Estado da Bahia (Baneb) quando fez um teste na Rádio Sociedade, na época pertencente ao grupo Diários Associados. Como não havia vaga de locutor, ficou aguardando uma oportunidade.

“Um belo dia, o diretor da TV Itapoan entrou na redação e pediu socorro à rádio, pois o único repórter que a emissora adoeceu. Então, meu chefe falou ‘olha, tem esse menino aí, se quiser fazer um teste com ele'. E a minha primeira reportagem, em julho de 1978, foi sobre a sequência de fechamento de açougues pela Sunab (Superintendência Nacional de Abastecimento) no Dois de Julho. E daí comecei na televisão”, relatou. A partir de então, passou pela TV Aratu (então afiliada da TV Globo na década de 1980), atuou em São Paulo e Recife e voltou à Bahia em 1989.

No início da carreira, mesmo com o trabalho no Carnaval, José Raimundo contou que dava um jeito de curtir a festa. Costumava sair com o Paroano Sai Milhó, de quem é fã e amigo dos integrantes, espremido entre os grandes blocos. Como o grupo é formado por músicos, tocava algum instrumento? “Sim, radiola!”, respondeu, rindo bastante.

Contra a importunação sexual
Na cerimônia também foi lançada a campanha Pare! Importunação Sexual é Crime!, que tem o objetivo de reduzir os casos de violência contra mulheres, crianças e adolescentes. De acordo com a secretária de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), Rogéria Santos, a ação contará com equipes que passarão orientação educativas sobre o tema para os foliões dos principais circuitos do Carnaval.

As mulheres contarão com um centro integrado de atendimento nos circuitos Dodô (Barra) e Osmar (Campo Grande). O espaço, que funcionará 24 horas para atender vítimas de qualquer tipo de violência, contará com uma equipe multidisciplinar, com profissionais como psicólogos, assistentes sociais e advogados. “A população será conscientizada e cuidada. Qualquer mulher, qualquer cidadão que se sentir importunado ou que se sentir com seus direitos violados poderão ir até os centros e ter atendimento e os respectivos encaminhamentos aos órgãos necessários”, conta Rogéria Santos.

O prefeito ACM Neto falou com entusiasmo sobre a campanha. “Carnaval também é o momento da gente conscientizar e mostrar compromisso com o futuro. E esta cidade, que é a capital da diversidade, do respeito as diferenças, também tem que dar exemplo no comportamento com as mulheres. E por isso a gente fala com muita firmeza: qualquer marmanjo que queira dar uma de besta, pare. Nós vamos estar atentos e vamos estar de mãos dadas para evitar que, principalmente no Carnaval de Salvador, hajam atos de violência contra a mulher”, alertou.

O CORREIO Folia tem o patrocínio do Hapvida, Sotero Ambiental, apoio institucional da Prefeitura Municipal de Salvador e apoio do Salvador Bahia Airports e Claro.


Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree