-->

Conheça a empresária que articulou a vinda de artistas para o Carnaval

26 Fevereiro 2020
A empresária Marina Morena (divulgação)

Marina Morena foi um dos grandes nomes do Carnaval de Salvador 2020. Trabalhando nos bastidores, a produtora executiva conseguiu se articular e trazer para a folia baiana

três atrações de peso:

Anitta - de quem é empresária e, além de ter ideias para clipes e figurinos, também é responsável por fechar contratos publicitários.

Major Lazer - única atração internacional no período momesco, a vinda do projeto comandado pelos DJs Diplo, Walshy Fire e Ape Drums foi outra conquista de Marina, que atuou junto à prefeitura municipal de Salvador.

Bruna Marquezine - que marcou presença no Carnaval a convite de Marina. A empresária a ciceroneou durante toda a folia. A atriz esteve aqui na base do afeto, pela amizade que nutrem uma pela outra.

Atuando no mercado publicitário há quase duas décadas, Marina é sócia da MAP Brasil, agência especializada em estabelecer negócios e relações entre marcas, artistas e personalidades do entretenimento.


A jornalista Joyce Pascowitch mantém uma casa em Salvador (foto/divulgação)

Tradição
Como faz há mais de 10 anos, Joyce Pascowitch foi conferir a saída do Ilê no Curuzu, na noite de sábado. “Pra mim é sagrado. Não vejo como obrigação. Vejo como uma benção que nos ajuda a ter força para enfrentar o ano”, nos disse a jornalista paulistana que mantém um apartamento na cidade, no Corredor da Vitória.


Som imersivo
A empresa alemã de soluções de áudio Sennheiser trouxe para a América Latina, no palco All Club do Camarote Salvador, um sistema de som imersivo que fez o público sentir que estava “dentro” da música. A tecnologia, desenvolvida pelo departamento de pesquisa e desenvolvimento da companhia, conta com um processador que transforma o som estereofônico em uma esfera imersiva, emitindo o som tanto no plano horizontal quanto no vertical. “Escolhemos o Camarote Salvador porque, além de um line up excelente, o evento é pioneiro e referência em música eletrônica”, nos disse Daniel Reis, sócio da Sennheiser no Brasil.

Confete e serpentina
Inês Coelho de Carvalho e Rogério Joaquim de Carvalho ofereceram almoço carnavalesco, no último sábado, no apartamento do Jardins, em São Paulo. Heitor Reis, ex-diretor do Museu de Arte Moderna da Bahia e um dos sócios do Brazil Golden Art, esteve presente.

Parabéns pra você
O empresário Carlos Suarez completou idade nova no último domingo. Avesso a badalações, comemorou discretamente, em família.

Entre plumas e paetês
Thiago Mattos passou os dias de Carnaval entre plumas, paetês e um sem-fim de tecidos importados. “Foram oito dias intensos e mais de 500 customizações”, comemorou o empresário, à frente da operação de ajustes de abadás e camisetas promovida pela multimarcas Mesckla. “Desde que lançamos o serviço, há quatro anos, este foi o Carnaval mais movimentado”, revelou. Agora ele segue para os Estados Unidos, onde vai conferir o Carna Bis, em Orlando.

O economista Luca Cavalcanti (foto/Denise Andrade/divulgação)

Folia
O economista Luca Cavalcanti é um dos diretores-executivos do terceiro maior banco do Brasil, o Bradesco, que neste Carnaval teve forte atuação em Salvador. Além de distribuir batekos e blimps por todo o Circuito Barra-Ondina, o Bradesco também apoiou 17 blocos de rua e o Camarote “Bradesco Píer”. Luca acompanhou as ativações que o Bradesco fez no Carnaval, de Praia do Forte, onde estava hospedado. Cavalcanti, para quem não sabe, nasceu em São Paulo, mas aos 5 anos se mudou para Salvador, onde morou até os 34.


We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree