-->

Vítima do coronavírus, presidente da Ebisa é cremado no Campo Santo

31 Março 2020

A segunda vítima fatal do coronavírus na Bahia foi cremada nesta terça-feira (31), no Cemitério Campo Santo, na Federação. Marcos José Ramos Souza tinha 64 anos e estava internado na Unidade

de Tarapia Intensiva (UTI) do Hospital Aliança desde o dia 17 de março.

Marcos José, que deixa esposa e duas filhas, era presidente da Engenharia Brasileira, Indústria e Saneamento S/A (Ebisa). Engenheiro civil, ele era hipertenso e diabético, fatores de risco para quem desenvolve a Codiv-19. A cerimônia de despedida aconteceu às 15h, em um caixão lacrado, conforme orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Em seu site oficial, o Conselho Regional de Engenharia da Bahia (Crea) lamentou a morte precoce.

"O Conselho Regional de Engenharia da Bahia lamenta profundamente a morte do engenheiro civil Marcos José Ramos Souza, na última segunda-feira (30). Marcos Souza, de 64 anos, era presidente da EBISA – Engenharia Brasileira, Indústria e Saneamento S. A. e se formou em Engenharia Civil na Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia, registrando-se no Conselho no ano de 1979. Neste momento de dor, nos solidarizamos aos familiares, amigos e colegas de trabalho, certos de que ele deixa um grande legado profissional e humano".

A BH Urbanismo e Alpha Parque Recôncavo também divulgaram uma nota de pesar, onde prestou condolências aos familiares. "Com profundo pesar, as famílias BH Urbanismo e Alpha Parque Recôncavo vêm a público lamentar o falecimento do grande amigo e sócio Marcos José Ramos Souza, engenheiro civil também sócio da EBISA, respeitado e querido por todos à sua volta. Neste momento de dor e tristeza, unimo-nos à família enlutada com solidariedade e saudade, colocando-nos à disposição para o que se fizer necessário".

Outra morte
A primeira morte pela Covid-19 no estado também aconteceu em Salvador, no sábado (28), e foi confirmada no dia seguinte pela Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab). A vítima, Leonildo Sassi, tinha 74 anos e estava internado no Hospital da Bahia. O idoso também foi cremado no Cemitério do Campo Santo, com uma cerimônia diferente das habituais, respeitando o protocolo para que demais familiares não fossem contaminados.

O Hospital Aliança, onde a segunda vítima da doença morreu, tem ainda outros quatro pacientes internados em tratamento da Covid-19.

Nesta terça-feira, em boletim mais recente divulgado pela Sesab, doi divulgado que Salvador tem 132 casos de infectados pelo novo coronavírus. Em toda a Bahia, o número é de 217. Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até as 17 horas desta terça-feira (31). Ao todo, 17 pessoas estão curadas e 42 encontram-se internadas. Além disso, 1.393 casos foram descartados após exames.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree