-->

Editorial fotografado à distância une três países na quarentena

31 Mai 2020

Uma experiência única, conectando três países, bem aos moldes desse novo tempo que estamos vivendo. Assim nasceu esse editorial, no qual assino a edição de moda, juntamente com Leo Amaral. Já

conhecia a fotógrafa baiana Maria Carolina Miranda, que atualmente mora em Brisbane, na Austrália. Dela nasceu a ideia de fotografar a distância a modelo Nina Elin. A top vive em Ingolstadt, uma cidade á 80km de Munique, na Alemanha. “O ensaio foi realizado pela plataforma Zoom, usando celular, em um fuso horário de 8 horas. Foi desafiador, mas fiquei feliz com o resultado”, explica Carol.

Antes do ensaio. O editorial foi concebido em uma reunião virtual, desafiando os limites da língua, entre a equipe, com o intuito de amarrar o conceito do trabalho. Depois de definidas as locações, recebemos pelo celular as peças de moda que Nina tinha no armário, as quais se afinavam com os looks propostos por nós. Feita a edição fashion, Carol já tinha as produções prontas para as fotos impressas que vocês conferem nas nossas páginas deste fim de semana.

Conceito. Uma mulher que em um primeiro momento não aceita a própria imagem, mas que no decorrer da quarentena vai encontrando uma força intrínseca libertadora que a transforma naquela pessoa que sempre sonhou.

Uma princesa triste
Ela ainda não descobriu a força da sua beleza. A maquiagem carregada funciona como uma máscara, que vai se desmontando a cada lágrima. Uma vez derramadas, elas simbolizam a tristeza de alguém que não se aceita. O reflexo no espelho demonstra com vigor essa realidade.

O conforto da autodescoberta
Com o passar dos dias, no aconchego do lar, um sentimento de positividade vai brotando. O tempo nos acalma e através dele é possível principiar reflexões. Aceitar a vida nesse momento, a própria imagem e ressignificar perfeições. Um toque de cor é o início dessa metamorfose. A lagarta vai virar borboleta.

Uma verdadeira rainha
É no jardim que ela renasce. Está ali, em plena forma sonhada, irradiando alegria. Descobriu uma força interior que a converteu em uma rainha, soberana adormecida, que agora brota com entusiasmo e exuberância, sob os moldes de uma produção retrô, digna de um filme hollywoodiano.


We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree