-->

Volta às aulas: mochilas pesadas podem resultar em problemas lombares na fase adulta

21 Janeiro 2020

Cerca de 70% dos problemas lombares na fase adulta são ocasionados pelo excesso de peso nas mochilas escolares e o esforço repetitivo na infância e adolescência, de acordo com

a Organização Mundial da Saúde (OMS). Os grandes vilões são a falta de orientação correta e a forma de utilização.

O dado chama bastante atenção e requer cuidados essenciais dos pais, principalmente neste período em que a preparação para voltar à rotina semanal de aulas está batendo à porta. Segundo a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), o recomendado é que o peso máximo para cada criança seja 10% do peso corporal. Isso significa que, para uma criança que pesa 30 quilos (kg), por exemplo, o ideal é que ela carregue, no máximo, uma mochila com 3 kg.

“Uma das formas essenciais de prevenir problemas lombares é distribuir corretamente o peso dentro da mochila, só com os livros que vão ser utilizados naquele dia. Se for preciso, levar uma mochila extra e não carregar tudo nas costas. Caso não se atentem a esses pontos, os jovens de hoje vão crescer com sequelas lombares, comuns entre grande parte da população brasileira e mundial”, aponta Sandro Marjorie, médico especialista em medicina tradicional chinesa.

Como tratar dores na coluna?

Métodos menos invasivos de terapias alternativas, como a acupuntura laser, é indicado pelo especialista para tratar dores na coluna durante infância. “Pela sensibilidade ser ainda menor, devido à idade, e o medo com agulhas que se utilizam na acupuntura tradicional, crianças também podem tratar dores lombares com este tipo de procedimento que garante eficiência muito rápida. Outro método também indicado é o da acupuntura eletromagnética, que está dentro da mesma filosofia oriental e alcança excelentes resultados”, diz Sandro.

A acupuntura contribuiu para o alívio da dor em 82% dos casos de problemas lombares e apresenta uma eficácia de 72% ao fim do tratamento. Na fase adulta, sete em cada 10 pessoas têm problemas na coluna e 50% dos casos de incapacidade física na população a partir dos 18 anos são causados pelas dores lombares.

“Com efeitos analgésicos e anti-inflamatórios, a acupuntura cada vez mais é vista como uma solução, dentro do leque de terapias alternativas, para tratar qualquer tipo de dor ou inflamação”, destaca o médico especialista em medicina tradicional chinesa.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree