-->

Confira três marcas que desfilarão no 3º Brasil Eco Fashion Week

16 Novembro 2019

A terceira edição do Brasil Eco Fashion Week (BEFW) ocorrerá deste sábado (16/11/2019) até a próxima segunda-feira (18/11/2019) na Unibes Cultural, em São Paulo. Aberto ao público

e gratuito, o evento de moda sustentável é considerado o maior desse segmento na América Latina. Ao longo dos três dias, o encontro terá cerca de 70 atividades, incluindo palestras e oficinas práticas. Mais de 60 marcas irão expor novidades em espaços de vendas.

Vem comigo saber mais!

Ronaldo Silvestre

O estilista mineiro Ronaldo Silvestre trabalha um olhar slow fashion com peças produzidas de maneira artesanal, especialmente em denim.

Com passagens por eventos como Brasília Trends, Minas Trend e Dragão Fashion Brasil, ele é vencedor de vários prêmios e fundador do Instituto Tecendo Itabira. O projeto social leva qualidade de vida a mulheres da cidade natal do designer por meio do artesanato, além de valorizar a mão de obra local.

Em sua marca homônima, que desfilará neste sábado (16/11/2019), Ronaldo experimenta e busca aprimorar técnicas a cada coleção. O reaproveitamento de tecidos, assim como a moda, o acompanha desde a infância, quando usava retalhos para criar brinquedos. Hoje, suas criações são modernas, desconstruídas e brincam com texturas, linhas e transparências.

Reprodução/Instagram/@ronaldosilvestre.iti
Ronaldo Silvestre é um dos designers que levarão suas criações à passarela do Brasil Eco Fashion Week 3ª edição
Reprodução/Instagram/@ronaldosilvestre.iti
Ronaldo é fundador do Instituto Tecendo Itabira, projeto que leva qualidade de vida a mulheres de Itabira (MG) por meio do artesanato
Divulgação - Marcelo Soubhia/Agência FOTOSITE
Desfile de Ronaldo na segunda edição do evento
Reprodução/DFHouse
O estilista trabalha texturas e artesanato em suas coleções
Hugo Barreto/Metrópoles
Tiras de jeans e transparência
Mais sobre o assunto
Bemglô

Incentivar a sustentabilidade e o artesanato são alguns dos princípios da Bemglô, multimarcas e plataforma de conteúdo fundada por Gloria Pires, Betty Prado e Orlando Morais. A loja oferece roupas, acessórios, itens de decoração e cosméticos da chamada “Rede do Bem”. O termo é adotado pelo projeto para identificar artesãos e marcas brasileiras ecológicas que trabalham questões como slow fashion, produção artesanal e veganismo.

Ao Metrópoles, a sócia-diretora Betty Prado contou que a apresentação da Bemglô será um desfile-manifesto, com o tema Natureza versus Resíduo. O momento será dividido em dois blocos. Os 12 looks terão peças de marcas de roupas e acessórios parceiras da loja. Algumas delas trabalham só com resíduos, por exemplo.

“Não terá um look inteiro de uma marca específica. Faremos uma edição disso tudo e colocaremos na passarela uma reflexão que gostaríamos que as pessoas fizessem”, adianta.

Marcada para o segundo dia de BEFW 2019, a participação será, também, uma estreia especial. “É o nosso primeiro desfile, por isso é tão importante pisarmos na passarela com algo que faça sentido com o propósito da marca, aquilo que acreditamos e falamos há anos”, completa. Betty também assina a direção criativa do desfile.

Divulgação/Bemglô
Bemglô é uma multimarcas com presença física e on-line, e também uma plataforma de conteúdo criada por Gloria Pires, Betty Prado e Orlando Morais
Reprodução/Instagram/@bemglo
No BEFW, a loja fará seu primeiro desfile com as marcas de vestuário e acessórios de seu próprio catálogo
Reprodução/Instagram/@bemglo
A apresentação será uma espécie de desfile-manifesto
Reprodução/Instagram/@bemglo
Os looks serão formados por peças de diferentes marcas
Reprodução/Instagram/@bemglo
Além de roupas e acessórios, a loja oferece itens de decoração e produtos de beleza, todos com viés sustentável e artesanal
Ahlma

Marca criada por André Carvalhal com o Grupo Reserva em 2017, a Ahlma encerrará a programação de desfiles do evento. As coleções são desenvolvidas com objetivo de gerar o menor impacto possível ao meio ambiente (e, se possível, nenhum impacto). Para isso, a label trabalha o upcycling, recuperando sobras de tecidos em fábricas e fornecedores.

“Você pega algo que tem um valor baixo, que provavelmente seria descartado com o passar do tempo, e dá um ‘up’. Criamos um produto, aumentamos o valor daquilo e reinserimos no sistema de produção”, disse André em entrevista à coluna. Os designs da etiqueta são jovens, urbanos e, na maioria das vezes, clean.

Telmo Ximenes/Divulgação
André Carvalhal, fundador da Ahlma
Reprodução/Instagram/@bemglo
A marca une uma pegada urbana com um toque minimalista
Reprodução/Instagram/@bemglo
Algumas peças são mais clean, enquanto outras trazem cores e estampas mais extravagantes
Reprodução/Instagram/@bemglo
A label foi criada em 2017
Reprodução/Instagram/@bemglo
O carro-chefe da marca é o trabalho com upcycling
Programação

A ideia principal do BEFW, criado em 2017, é oferecer uma plataforma para marcas, profissionais, pesquisadores e projetos de moda que tenham compromisso com a responsabilidade socioambiental e cultural. Para a 3ª edição do evento, com início neste fim de semana, a expectativa é atrair mais de 5 mil pessoas. Basta se inscrever para participar. A programação completa e as listas de marcas participantes do BEFW estão disponíveis no site.

Entre as atividades dos espaços Conhecer, Fornecer e Amazônia está a possibilidade de acompanhar conteúdos que vão de economia afetiva, cálculo de emissões de carbono para a moda, biodesign, reciclagem têxtil e o novo varejo para a moda.

Os pontos de vendas, de varejo e atacado, terão marcas como a Vert, Brisa SlowFashion, Bossapack e cerca de outras 60 etiquetas. No Espaço Beleza, participantes poderão encontrar cosméticos de orgânicos e veganos.

Além das três marcas acima, a programação dos desfiles traz etiquetas autorais, como Helena Pontes e Eneas Neto, a marca paraibana Natural Cotton Color, We’e’na e a “biblioteca de roupas” Roupateca. Com patrocínio master da Renner, o evento tem apoio institucional do Sebrae, Senai e Instituto Senai de Tecnologia.

A consultora e buyer de moda de luxo italiana Giuliana Bortolato selecionará os seis melhores desfiles. As labels escolhidas receberão uma capacitação de moda sustentável, com foco no mercado de luxo, para se apresentarem em setembro do próximo ano na Semana de Moda de Milão.

Reprodução/Instagram/@brasilecofashionweek
Os três dias de Brasil Eco Fashion Week 3ª edição terão uma programação repleta de atividades e desfiles
Divulgação/Brasil Eco Fashion Week
O evento ocorrerá em São Paulo neste fim de semana
Reprodução/Instagram/@brasilecofashionweek
Economia afetiva, biodesign e novo varejo para a moda serão temas de alguns debates
Divulgação - Gabriel Colombara/Agência FOTOSITE
O BEFW também terá espaços de vendas de varejo e atacado com mais de 60 marcas
Divulgação/Brasil Eco Fashion Week
Um espaço do evento será destinado a produtos de beleza
Divulgação/Natural Cotton Color
Denim desenvolvido pela marca paraibana Natural Cotton Color
Confira o lineup de desfiles:

Sábado (16/11/2019)
15h – Comas, Demodé, Satya Beachwear
18h – Rgloor, Ronaldo Silvestre
21h – Fisalis, Natural Cotton Color

Domingo (17/11/2019)
15h – Eneas Neto, Useverse, Roupateca
18h – Jouer Couture, Bemglô
21h – Helena Pontes, Manui

Segunda-feira (18/11/2019) 
15h – We’e’na, Nuz
18h – Contextura, Leandro Castro
21h – Ahlma

Colaborou Hebert Madeira


Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 117 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree