-->

Muita calma! Conheça passo a passo para tratar unha encravada

17 Novembro 2019

Um problema prosaico que acaba com o humor de muita gente. A unha do pé encravada, também chamada de onicocriptose, ocorre quando a borda da unha cresce e entra na

pele do dedo. Pode haver dor, vermelhidão e inchaço ao redor da unha.

Entre as causas mais comuns para o problema estão sapatos apertados e unhas que não são cortadas da maneira correta. A pele na borda da unha fica avermelhada e infectada e, geralmente, o dedão do pé é o mais afetado.

Quando a unha está levemente encravada pode ser tratada em casa, com tentativas simples para retirá-la da pele. Também pode ser tratada por uma pedicure ou podólogo, que cortará as bordas da unha com um bisturi, uma tesoura fininha de ponta reta ou um alicate próprio.

No entanto, quando a área em torno da unha está muito vermelha, inchada e com pus, o problema exige uma visita ao médico, que pode indicar uma pomada antibiótica ou até mesmo uma cirurgia.

Mais sobre o assunto

Tratamento caseiro para unha encravada
Para tratar a unha levemente encravada e inflamada em casa, é recomendado:

  • Deixar o pé em uma bacia com água morna ou quente por cerca de 20 minutos;
  • Tentar levantar o canto da unha que está encravada com uma pinça e colocar um pedacinho de algodão ou gaze entre a unha e a pele para mantê-la elevada. Diariamente este dispositivo deverá ser trocado, após o dedo ter ficado de molho em água quente durante 20 minutos. Esse procedimento é ideal para quando a unha está levemente encravada, mas ainda não está inflamada;
  • Passar alguma solução antisséptica e cicatrizante para ajudar na cicatrização e evitar que a região infeccione;
  • Se necessário, para aliviar a dor quando se tenta levantar a unha encravada e inflamada, pode-se passar uma pomada anestésica no local;
  • Se a unha estiver muito encravada, inflamada ou com pus e não for possível caminhar normalmente, não mexa. Procure um podólogo ou dermatologista para desencravar a unha. Assim, o procedimento pode ser feito corretamente e sem o risco de agravamento como entrada de bactérias, por exemplo;
  • Não corte a unha e “V” ou coloque curativo apertado. Essas medidas apenas pioram a situação e aumentam o risco da unha encravar novamente;

Quando ir ao médico
É indicado ir ao dermatologista quando existir algumas das seguintes situações:

  • Se tiver diabetes;
  • Se a unha estiver inflamada ou com pus;
  • Se o dedo estiver muito inchado, houver lesões na região afetada ou sinais de má circulação sanguínea;

Em alguns casos a cirurgia é indicada
O procedimento é indicado nos casos em que é frequente as unhas encravarem e o tratamento com elevação da unha ou corte não resolverem, principalmente, se houver carne esponjosa no local. Nesse caso, a cirurgia é feita com anestesia local e, na maioria das vezes, não é necessário retirar toda a unha. O médico também pode optar por aplicar um ácido que destrói a parte da unha que está encravada.

Como evitar que as unhas encravem
Para prevenir unhas encravadas, deve-se cortá-las no formato reto, tanto na parte superior, como nas laterais. Além disso, também deve-se evitar usar sapatos muito apertados. É crucial trocar de meias diariamente, já que isso evita a proliferação de micro-organismos. (Com informações do portal Tua Saúde)


Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 393 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree