-->

Justiça condena hospitais por contratação de falsos médicos em SP

17 Novembro 2019

Alguns dos casos envolvem, inclusive, atendimentos que terminaram em morte.

Em um das situações, o Tribunal de Justiça condenou a Santa Casa e a Innova Gestão em Saúde pela contratação de uma falsa médica. Natani Taísse de Oliveira tinha cédula falsificada do Conselho Regional de Medicina, comprada por R$ 800.

Mais sobre o assunto

A falsa médica trabalhou no pronto-socorro da unidade por sete meses. Em um dos atendimentos, receitou dipirona e um antialérgico para uma paciente que havia sido picada por aranha venenosa cuja a picada pode provocar, no limite, uma insuficiência renal aguda.

A mulher ainda não foi julgada, após acusação criminal. Ela, no entanto, afirmou que se formou na Bolívia, mas começou a trabalhar antes de concluir os estudos.

Outros casos foram registrados em unidades de saúde de Capela do Alto, na região de Sorocaba, em Itaquera e Mauá, todas em São Paulo.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree