-->

Vigilantes e equipes de limpeza voltam ao trabalho nos hospitais

19 Novembro 2019

Durou 24 horas a paralisação dos vigilantes da empresa Ipanema que atendem a Secretaria de Saúde do Distrito Federal. Nesta terça-feira (19/11/2019), as categorias retomaram as atividades após os

pagamentos atrasados serem depositados na conta dos trabalhadores. Segundo o Sindicato dos Vigilantes do DF (Sindesv): os vencimentos deveriam ter sido depositados no quinto dia útil de novembro. Em greve desde o último dia 12 e com salários em atraso desde 5 de novembro, os trabalhadores de limpeza também tiveram os pagamentos regularizados e voltaram ao trabalho.

Assim, esta quarta-feira (20/11/2019) será dia de mutirão de limpeza nas unidades de Saúde do DF afetadas. A paralisação dos vigilantes afetou os hospitais regionais de Ceilândia, Brazlândia, Sobradinho, Guará, Planaltina, Samambaia e o Materno Infantil de Brasília (HMIB). Já a dos profissionais de limpeza, adicionou a essa lista o Hospital Regional do Paranoá. Ao todo, 2,1 mil trabalhadores estavam com os salários atrasados.

Mais sobre o assunto

Como resultado, corredores imundos e muito incômodo para os pacientes. No Hospital de Brazlândia (HRB), acompanhantes de doentes internados pegaram rodos e puxaram água nos corredores da unidade. A reportagem foi publicada na segunda-feira (18/11/2019) pelo Metrópoles. Veja as imagens:

Reunião no Buriti

A greve dos trabalhadores da Ipanema foi discutida nesta terça, em reunião do primeiro escalão do Governo do Distrito Federal com representantes da empresa, no Palácio do Buriti. “Não pagamos antes porque havia pendências na documentação [da Ipanema]. Sem a certidão negativa do FGTS não é possível pagar nada. É a lei”, explicou o secretário de Saúde, Osnei Okumoto. “Mas agora, como regularizaram a situação fiscal do contrato da Segurança, será possível fazermos o pagamento de cerca de R$ 5 milhões referente às faturas de setembro”, completou.

“A empresa também se comprometeu em regularizar os contratos para o pessoal da limpeza até a próxima semana, para que o pagamento possa ser feito com os recursos via Fundo de Saúde. “Vamos depositar ainda nesta terça-feira (19) o salário de todos, limpeza e segurança. Não é nossa intenção prejudicar ninguém. Os serviços serão normalizados”, afirmou Alexandre Araújo, um dos diretores executivos da empresa. Assim que o dinheiro do GDF foi repassado, a empresa regularizou os pagamentos.

Também estiveram presentes à negociação os secretários de Governo, José Humberto Pires; de Economia, André Clemente; de Comunicação, Weligton Moraes; o chefe da Casa Civil, Valdetário Monteiro; a diretora do Fundo de Saúde do DF, Beatris Gautério; a presidente do Sindiserviços-DF, Maria Isabel Caetano; e o presidente do Sindicato dos Vigilantes do DF, Francisco Paulo de Quadros. (Com informações da Agência Brasília)


Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 1287 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree