-->

O número 13 dá azar? Tarô, astrologia e numerologia explicam

14 Dezembro 2019

O mito da sexta-feira 13 ser um presságio de mau agouro faz com que as pessoas tenham cuidados redobrados nesta data. O imaginário popular fica ainda mais povoado

de medos quando o dia coincide com uma Lua Cheia – e este é o cenário que tivemos na última sexta-feira 13 do ano.

Mais sobre o assunto

Acredita-se que a data se tornou uma ameaça por ser associada, ao longo da história, com fatos catastróficos. O número 13 é visto como portador de azar no Brasil e em várias nações europeias –  mesmo que muitos não levem a sério a superstição, na dúvida, procuram desviar do número.

Numerologia

O 13 representa o rompimento com tudo aquilo que está estruturado e estável. Na numerologia, o número carrega a força dos algarismos 1 e 3, que não possuem energia negativa. O 1 simboliza a ação e a independência, a coragem para abrir novos caminhos e iniciar projetos. Por sua vez, o 3 significa autoconfiança, otimismo, comunicação, entusiasmo, sociabilidade e sentimento de leveza perante aos desafios da vida.

Com a soma dos dois, chega-se ao número 4, que tem como significado planejamento, estabilidade e concretização. Esses princípios destoam do 1 e do 3, mas, se bem harmonizados, impulsionam a fazer os cortes necessários para não haver estagnação.

Tarô

No tarô, o número 13 corresponde à carta da Morte, e significa o princípio da mudança e da transformação profunda. Esse arcano exige que se corte o que está obsoleto para dar lugar ao novo, mas não trata necessariamente da morte física. Simboliza os finais e inícios ciclos, que podem se refletir no término de um relacionamento, em uma demissão, uma mudança de casa ou de cidade.

Largar o conhecido para dar espaço ao novo é o que causa temor e ansiedade, pois a tendência é resistir às mudanças. Lutar para manter as coisas inalteradas é o que desencadeia as crises.

Astrologia

Para a Astrologia, o que importa é a posição dos planetas e os aspectos entre eles. A Lua representa as nossas emoções e influencia no humor e no estado de espírito das pessoas. Desde a antiguidade, observa-se a interferência das suas fases na agricultura e nas marés, não sendo diferente no corpo humano.

No caso da última sexta-feira 13, houve um transbordamento emocional. A Lua está em Câncer – signo onde ganha força -, mas sob os efeitos de uma Lua Cheia em Gêmeos ocorrida um dia antes, na quinta-feira (12/12/2019). Nessa fase, Sol e Lua encontram-se opostos no céu, atuando como um cabo de guerra: consciência de um lado e emoções de outro. As pessoas se sentem mais sensíveis e vulneráveis, reagindo facilmente às ações dos outros.

A Lua do dia 13 fez aspecto com o sonhador e sensível Netuno, reforçando a questão sentimental. Além disso, Vênus – que trata das relações amorosas – chega no mesmo grau de Plutão – planeta das crises e transformações. Este aspecto pede intensidade nas relações amorosas e expõe tudo aquilo que não está legal. Os relacionamentos saudáveis ganham força sexual. Já os que estão se arrastando devem ser transformados ou podem chegar ao fim.

Com a energia da Lua Cheia em Gêmeos, é preciso ter cuidado para não blefar em uma situação de crise. As palavras estarão com força e dentro de um contexto muito emocional, podendo ser entendidas e sentidas de forma errada. É um dia para se trazer à consciência mágoas e ressentimentos, para serem analisados e transformados dentro dos relacionamentos.

Outro alerta é para a área financeira: essas configurações são desfavoráveis para se fazer dívidas. A tendência é gastar mais do que o orçamento suporta. Como é época de Natal e o impulso de comprar é maior, o ideal é fazer um planejamento e não sair dele.

O que fazer na Lua Cheia:
  • Favorável para atividades do comércio;
  • Lançamento de produtos que busquem visibilidade;
  • Favorável para atividades que reúnam pessoas, como casas noturnas, bares e eventos;
  • Bom para namorar;
  • Iniciar dietas para perda de peso;
  • Cabelos cortados nessa época crescem devagar, mais cheios e fortes.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree