-->

Covid-19: Mais de 10.000 pessoas recrutadas para a próxima fase experimental da vacina de Oxford

23 Mai 2020

Uma possível vacina para o coronavírus em desenvolvimento no Reino Unido está pronta para entrar nas próximas fases dos ensaios clínicos, disseram os pesquisadores.

Cientistas da Universidade de Oxford, que é

um dos lugares em todo o mundo na corrida para encontrar uma vacina, disseram na sexta-feira que recrutariam 10.260 adultos e crianças para a próxima etapa.A primeira fase dos ensaios clínicos começou em abril e envolveu mais de 1.000 adultos saudáveis.

Esta segunda fase agora estará expandindo a faixa etária dos participantes, a fim de verificar se a vacina reage de maneira diferente para diferentes faixas etárias.Entre outro grande grupo de adultos saudáveis, o estudo também avaliará um pequeno número de crianças com idades entre 5 e 12 anos; um agrupamento entre 56 e 69 anos e mais entre os mais de 70 anos.

Uma terceira fase analisará de maneira mais geral se a vacina protege as pessoas contra o vírus, estudando um grande grupo de pessoas com mais de 18 anos.O professor Andrew Pollard, chefe do Oxford Vaccine Group, disse que os estudos progrediram “muito bem” e que as novas fases ajudariam a ter uma ideia melhor de se a vacina poderia ajudar a proteger a população em geral.Ele acrescentou: “Somos muito gratos ao enorme apoio dos voluntários do estudo para ajudar a testar se esta nova vacina poderia proteger os seres humanos contra o coronavírus pandêmico”.

Enquanto isso, Mene Pangalos, vice-presidente executivo de pesquisa e desenvolvimento de produtos biofarmacêuticos da AstraZeneca, disse estar “muito orgulhoso” por colaborar com a Universidade de Oxford , e elogiou a “pesquisa científica inovadora” por entrar tão rapidamente em testes de estágio final.

Ele acrescentou: “Faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para nos envolver com governos, organizações multilaterais e parceiros em todo o mundo para aumentar a produção e distribuição e garantir uma distribuição rápida, justa e equitativa de uma vacina acessível globalmente”.

COMPARTILHE ESSA PUBLICAÇÃO
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree