-->

Fisioterapia dermatofuncional aliada no tratamento da pele acneica adulta

11 Dezembro 2019
11 de dezembro de 2019
- Danieleh Coutinho

Curta, comente e compartilhe!

A acne é um dos problemas de pele mais comuns entre as brasileiras. Devido ao clima quente, 70% das mulheres possuem a pele oleosa, que originalmente é mais propícia ao desenvolvimento de espinhas. A dermatofuncional Marcela Rodrigues explica que embora se assemelhe a fase da adolescência, a acne em idade adulta é causada por aspectos totalmente diferentes e que podem ser tratadas através da fisioterapia dermatofuncional.

“Alterações hormonais é o principal vilão, no caso das mulheres, fatores como hereditariedade, estresse, exposição à luz ultravioleta, obesidade, bem como níveis elevados de colesterol e lipoproteínas de baixa densidade podem ser algumas das causas por trás da acne adulta”, disse.

Na fisioterapia dermatofuncional, o tratamento da acne consiste em reabilitar a pele no sentido de promover o equilíbrio da oleosidade excessiva, removendo as possíveis lesões da acne e garantindo o controle da inflamação. “É um protocolo que compreende limpeza de pele personalizada, de acordo com o grau da acne, peeling e até laser de baixa potência de maneira complementar a terapia convencional, com objetivo de melhorar o aspecto da pele e suavizar cicatrizes”, explica a especialista.

A tecnologia também é uma aliada quando o assunto é espinha. Segundo Marcela, uma das novidades em tratamentos para a acne é o LED azul, que além de eliminar bactérias da pele, tem também ação anti-inflamatória, prevenindo a formação de novas espinhas e acelerando a cura das que já se estabeleceram na derme. Além disso, o tratamento também estimula a circulação local, melhorando a drenagem de toxinas e o transporte de substâncias anti-inflamatórias e de células de defesa pelo sangue.

“Também podemos fazer uso da luz vermelha e infravermelha (com ação cicatrizante). Quando o quadro estiver controlado, se necessário, para retirar as manchas ou cicatrizes, utilizar o microagulhamento e drug delivery combinado à radiofrequência”, assegura.

A dermatofuncional comenta que os cuidados também devem ser estendidos em casa.  “A recomendação é lavar o rosto pelo menos duas vezes ao dia com sabonetes e produtos apropriados, usar adstringente, protetor solar, hidratantes indicados para pele oleosa e produtos secativos pontuais para as lesões. Sem falar em maquiagem e outros cosméticos diários que devem ser de preferência oil free ou adequados para pele acneica” orienta a especialista.


Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 1884 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree