-->

Governo prevê investimento de R$ 7 bilhões em projetos e programas de nove áreas estratégicas

23 Janeiro 2020

A Secretaria de Economia e Planejamento (SEP) concluiu, nesta quarta-feira (22), o primeiro ciclo de reuniões de gerenciamento intensivo de projetos e programas do Governo do Espírito Santo,

com participações do governador Renato Casagrande, de secretários, dirigentes de órgãos e gerentes de secretarias e órgãos ligados às nove áreas estratégicas que integram as carteiras prioritárias da atual gestão. A previsão é de um investimento de aproximadamente R$ 7 bilhões nos quatro anos de gestão.

O Governo trabalha com três carteiras, dentro de um modelo com coordenação direta do próprio governador, que favorecem a ampliação das entregas à população. Ao todo, nas nove áreas estratégicas, foram alinhados 241 projetos e 17 programas.

O governador Renato Casagrande acompanha de forma sistemática a evolução das políticas públicas das áreas de Segurança em Defesa da Vida, Saúde Integral, Educação para o Futuro, Gestão Pública Inovadora e Infraestrutura para Crescer, além da carteira tática, da qual fazem parte as áreas de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Meio Ambiente, Proteção Social e Direitos Humanos, Cultura, Turismo, Esporte e Lazer.

A terceira carteira, que a exemplo das demais foi definida no Planejamento Estratégico do Governo do Estado, é a operacional. Ela envolve entregas da gestão estadual em todas as nove áreas estratégicas: Desenvolvimento Econômico, Segurança em Defesa da Vida, Gestão Pública Inovadora, Agricultura e Meio Ambiente, Educação para o Futuro, Infraestrutura para Crescer, Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Saúde Integral e Desenvolvimento Social e Direitos Humanos.

Coube à equipe do Escritório de Projetos do Governo, que funciona na Secretaria de Economia e Planejamento (SEP), e à Subsecretaria de Planejamento e Projetos (Subepp) do mesmo órgão, realizarem as reuniões sob coordenação do governador Casagrande. A última, que concluiu o primeiro ciclo, envolveu as áreas de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, na manhã desta quarta-feira, no Palácio Anchieta.

Entre os projetos finalísticos do Governo do Estado destacam-se os das áreas da Segurança, com o Estado Presente em Defesa da Vida; da Saúde, com o Inova Saúde; da Educação, com Melhoria da Qualidade da Educação; da Infraestrutura, com os programas de Mobilidade Urbana e de Gestão Integrada das Águas e da Paisagem; e do Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, com os programas Incluir, Rede Abraço e Agenda Mulher.

A subsecretária de Estado de Planejamento e Projetos, Joseane Zoghbi, explica que é por meio do gerenciamento intensivo que o governo busca eliminar gargalos dos projetos para, efetivamente, entregar mais para a sociedade. “A sociedade nos pede resultados finalísticos. Precisamos ter um olhar atento para solucionar problemas que possam impedir que os projetos avancem”, diz. 

Por meio do programa Realiza+, o Governo do Estado amplia o número de entregas à sociedade capixaba, fazendo o gerenciamento intensivo dos seus programas e projetos, por meio de pessoas, tecnologia e processos. No que se refere a pessoal, atuam gerentes de projetos ligados ao Escritório de Projetos do Governo, que funciona na SEP, e também os das secretarias e demais órgãos. Há também a rede de pontos focais, formada por servidores que dão celeridade no andamento dos processos, ligados a vários órgãos da administração estadual, além da SEP, que é responsável pela gestão orçamentária do Governo.


Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 722 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree