-->

Confirmado primeiro caso suspeito de coronavírus no Espírito Santo

26 Fevereiro 2020
J. Regionalidades vc por dentro de tudo Publicidade Detran carnaval Publicidade

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesa) confirmou na noite desta terça-feira (25)

que o primeiro caso suspeito de coronavírus foi notificado no Espírito Santo.

Trata-se de um paciente que chegou de uma viagem à Itália recentemente. Segundo a secretaria, ele apresentou febre e sintomas respiratórios.

O paciente foi encaminhado para tratamento no Hospital Estadual Dr. Jayme S. Neves,  em Morada de Laranjeiras, na Serra, onde há melhor estrutura para o tratamento de casos mais graves.

Antes de ir para lá, o paciente deu entrada Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Carapina, também no município, por volta das 19 horas esta terça, conforma informações fornecidas por funcionários à equipe de reportagem da TV Vitória/Record TV. 

“A Secretaria da Saúde (Sesa) por meio do Centro de Operações Estratégicas (COE) informa que foi notificado sobre o primeiro caso suspeito de coronavírus (Covid-19), na tarde desta terça-feira (25). O paciente chegou recentemente ao Espírito Santo após viagem à Itália, apresentando febre e outros sintomas respiratórios. Ele foi encaminhado para o Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, na Serra, que tem a expertise de atendimento a casos graves e é um dos hospitais de referência para atendimento à casos suspeitos, definido pelo Plano Estadual de Enfrentamento e Controle do Covid-19.

A coordenação do COE informa ainda que o paciente está sendo monitorado e exames laboratoriais serão realizados para confirmar ou não a doença. O caso suspeito será informado, ainda nesta terça-feira ao Ministério da Saúde.

Na última sexta-feira (21), o Ministério da Saúde passou a enquadrar também, na definição casos suspeitos de Covid-19, pessoas com histórico de viagens a outros sete países: Japão, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Singapura, Camboja, Vietnã e Tailândia. A mudança ocorreu devido ao aumento de 14% no número de novos casos fora da China.”

Itália em alerta

Ao menos 322 pessoas tiveram infecções confirmadas no país até a tarde desta terça-feira, 25, de acordo com autoridades italianas. O número de mortes chegou a 11 – todas as vítimas são pessoas idosas.


Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree